Reformulando o elenco para a disputa da Série B, o Grêmio poderá ter uma perda significativa nas próximas semanas. Trata-se do volante Fernando Henrique, revelado pelas categorias de base do clube, que recebeu proposta oficial do Al Ain, dos Emirados Árabes.

O interesse da equipe árabe em Fernando Henrique não é novidade, tendo em vista que o primeiro contato do Al Ain, para entender a situação do jovem volante no Grêmio, ocorreu no início do segundo semestre da temporada passada.

Os valores da negociação ainda são mantidos em sigilo, porém, segundo Marcelo Pacheco, empresário de Fernando Henrique, após a primeira oferta apresentada pelo Al Ain, a direção gremista já se posicionou, realizando uma contraproposta e expondo as cifras que pretende receber para a venda de Fernando Henrique.

Equipe de Dubai também demonstra interesse

Além do Al Ain, o Al Wasl, dos Emirados Árabes, também procurou o estafe do volante para demonstrar interesse na aquisição de Fernando Henrique. Até o momento, a consulta do Al Wasl ainda não foi oficializada em proposta concreta, porém não se descarta a possibilidade que a equipe de Dubai também apresente oferta oficial.

- Me foram feitas algumas perguntas pertinentes ao negócio, então é possível que chegue uma proposta - disse Marcelo Pacheco sobre o interesse do Al Wasl, à reportagem.

Além das equipes dos Emirados Árabes, recentemente, Fernando Henrique também recebeu consultas do Brentford, da Inglaterra, e do Midtyland, da Dinamarca. Na temporada passada, em determinado momento, o Grupo City também chegou a realizar uma sondagem pelo jogador.

Contrato longo e multa milionária:

Fernando Henrique possui contrato com o Grêmio até o final de 2024 e sua multa rescisória está fixada em 40 milhões de euros. O Grêmio detém 60% dos direitos econômicos do volante, que, no último Campeonato Brasileiro, disputou quatro partidas, onde o Tricolor Gaúcho alcançou duas vitórias e dois empates.