Mesmo com o Grêmio passando por um momento extremamente complicado em decorrência de sua campanha no Campeonato Brasileiro - atualmente, o clube está na penúltima colocação - o lateral direito Vanderson vem obtendo grande destaque desde o início da temporada, fazendo com que grandes equipes do exterior se atentem ao seu futebol.

Visando se precaver do interesse europeu sob o jovem lateral direito, a direção gremista exerceu a cláusula pré-determinada em contrato firmado juntamente ao Rio Branco, de Americana, e adquiriu mais 20% de Vanderson. Para obter maior porcentagem, o Grêmio pagou cerca de 200 mil reais ao clube paulista.

Agora, o Tricolor Gaúcho detém 70% dos direitos econômicos do jogador de 20 anos de idade. Os 30% restantes permanecem com o Rio Branco-SP. Vanderson possui vínculo com o Grêmio até o final de 2025 e, em sua última renovação contratual, a multa rescisória passou de 50 milhões de euros para cerca de 100 milhões de euros.

Propostas milionárias foram recusadas

O aumento na porcentagem dos direitos sob o lateral direito faz com que o Grêmio assegure maior lucro futuro. Nos bastidores do clube, a saída de Vanderson em 2022 é considerada como iminente.

Em contrapartida, internamente é comemorado o fato de Vanderson ter permanecido no Tricolor Gaúcho até o final da temporada, tendo em vista que inúmeras grandes equipes da Europa realizaram proposta oficial ao Grêmio antes do fechamento da janela de transferências.

Conforme apurado, no mínimo três ofertas oficiais foram apresentadas à direção gremista pelo lateral direito.

O Milan chegou a oferecer 12 milhões de euros. A última proposta, realizada na véspera do encerramento da janela de transferências, foi do Brentford. O clube inglês propôs pagar 12 milhões de euros, de maneira parcelada, e mais 2 milhões de euros, sob bonificações.

Há meses atrás, o Arsenal também tentou a contratação de Vanderson, porém por considerar baixo o valor ofertado pelos ingleses, o Grêmio prontamente recusou, assim como as de mais ofertas recebidas na sequência.