Um dos clubes mais populares e vitoriosos do futebol brasileiro, o Grêmio vive em 2021 uma crise sem precedentes. Organizado nas finanças, o tricolor investiu pesado em contratações, possuindo uma das folhas salariais mais caras do país e com nomes de peso, mas vê a cada dia o rebaixamento mais próximo.

Entretanto, esta não é a primeira vez em que o lado azul de Porto Alegre convive com o ambiente movimentado, o desempenho abaixo do esperado no campo e convivendo com a ameaça de jogar a série B. Caso se confirme, esta será a 3ª vez que o Grêmio cairá de divisão, mas com cenários bastante diferentes em relação ao desta temporada. Iremos elencar para você torcedor, como foi o desempenho do tricolor nos anos de 1991 e 2004, que culiminaram com o rebaixamento do clube. Confira abaixo.

Com a 4ª folha salarial mais cara do Brasil, o Grêmio vive forte crise dentro de campo. (Foto:Reprodução)
Com a 4ª folha salarial mais cara do Brasil, o Grêmio vive forte crise dentro de campo. (Foto:Reprodução)

Rebaixamentos do Grêmio; Veja as campanhas dos anos de 1991 e 2004

1991: O primeiro rebaixamento

No ano de 1991, o Grêmio foi rebaixado de forma muito surpreendente. A equipe começou o campeonato sendo cotada como uma das favoritas ao título, já que nos anos anteriores o desempenho havia sido bastante interessante. Entretanto, em 1991 a campanha foi pífia, com apenas 12 pontos conquistados em 19 jogos disputados.

Foram 3 vitórias, 6 empates e 10 derrotas. A partida que confirmou o rebaixamento aconteceu diante do Botafogo, que terminou com vitória dos cariocas pelo placar de 3x1. Um fato curioso é: Na época, Renato Portaluppi era jogador do Botafogo, mas optou por não atuar diante de seu ex-clube.

2004: Crise financeira pós-investimento externo

A crise do Grêmio, que culminou com o rebaixamento no ano de 2004, se deu após alguns anos de muita tristeza para os seus torcedores. Após a milionária parceria da empresa ISL, que foi responsável pela contratação de grandes jogadores, o tricolor empilhou dívidas, e precisou cortar custos em relação ao elenco.

Um ano antes, em 2003, o clube se salvou do rebaixamento, o que em 2004 foi inevitável. O Grêmio terminou o Brasileirão na última posição, com apenas 9 vitórias, 12 empates e 24 derrotas.

O elenco de 2003 possuía alguns nomes que se tornaram grandes jogadores posteriormente, como o meia Felipe Melo, que atualmente é jogador do Palmeiras. Em 2005, o Grêmio protagonizou a tão conhecida e lembrada Batalha dos Aflitos.

Agora, para evitar o 3º rebaixamento de sua história, o Grêmio precisa superar os 95% de chance de cair. Isso só deve acontecer em caso de vitória sobre o Atlético-MG na última rodada, além de grande combinação de resultados.