Mesmo nesta última quarta-feira (27) tendo liberado a utilização das arquibancadas sem assentos marcados, nos estádios de Grêmio e Inter, o governo do Rio Grande do Sul ainda em medida experimental, mantém a capacidade máxima de 30% em dias de jogos.

Em nota divulgada pelo governo, o Gabinete de Crise atendeu a um pedido da dupla GreNal, desta forma, os locais atrás dos gols da Arena e do Beira-rio poderão ser utilizados a partir da próxima rodada do Brasileirão 2021.

Porém, o governo reforça que os protocolos para o retorno dos torcedores aos locais de jogos seguem os mesmos, ou seja, por mais que tenham liberado as arquibancadas sem marcação de assentos, mesmo assim será permitida a entrada de 30% da capacidade máxima desses locais.

Grêmio encara o Palmeiras na Arena

O primeiro time a receber torcedores em pé nas arquibancadas será o Grêmio, que encara o Palmeiras no domingo, às 16h, em sua casa; tanto que a direção já abriu a venda de ingressos para a arquibancada norte.

Inter no dia 06 de novembro

Por sua vez, o Colorado só poderá colocar torcedores em pé no Beira-Rio, diante do Grêmio, no próximo dia 06 de novembro.

Torcidas organizadas nos estádios

Embora tenha liberado a presença de torcedores em pé nas arquibancadas, a torcida organizada do Grêmio - Geral e Jovem, seguem impedidas de levarem faixas ou qualquer outro material que as identifiquem por conta dos atos de vandalismo no CT Luiz Carvalho, realizados em setembro.

Por sua vez, a torcida Nação Independente, do Inter, está suspensa de frequentar o Beira-Rio após briga com torcedores do Corinthians, no último domingo, em Porto Alegre.