A Major League Soccer - MLS retornou nesta última terça-feira aos gramados nos Estados Unidos com um grande protesto. Antes da bola rolar para Orlando City e Inter Miami, mais de 100 jogadores negros que disputam o Campeonato Norte-Americano de Futebol entraram em campo, no complexo da Disney, em Orlando - Flórida, para realizarem um expressivo protesto antirracista.

Todos eles vestidos com uma camisa que trazia uma mensagem pedindo justiça racial, assim como também vestindo luvas e máscaras pretas, os jogadores se estenderam pelas linhas do campo e ergueram seus punhos para manifestarem seus descontentamentos com a discriminação racial no EUA e no mundo.

Os times que disputaram a partida permaneceram no centro do gramado, de joelhos. O protesto durou cerca de cinco minutos.

Protesto antirrasista antes da volta da MLS aos gramados
Protesto antirrasista antes da volta da MLS aos gramados

O Futebol

Com a bola rolando, o português Nani aos 52 minutos do segundo tempo decidiu a partida para o Orlando City, que venceu o duelo diante do novo time da MLS - o Inter Miami, do ex-jogador David Beckham. Diga-se de passagem, que a vitória do Orlando City veio de virada, onde Juan Agudelo abriu o placar para o Inter Miami; Christopher Mueller e Nani marcaram para o time vencedor.

O Orlando City, ex-time do brasileiro Kaká, contou com três compatriotas no time titular: Júnior Urso, Antônio Carlos e Ruan - ainda no banco de reservas estava presente o meia, ex-Ceará e Santa Cruz - Robinho.

As duas equipes aqui citadas estão no Grupo A, ao lado do Chicago Fire, Nashville SC, New York City FC e Philadelphia Union.

Mesmo com vários jogadores profissionais testando positivo para o Coronavírus nos últimos dias, os organizadores do torneio assim mesmo decidiram voltar com a competição, que tem a nomenclatura de "MLS is Back Tournament" e a mesma será disputada até o dia 26 de agosto - tendo ela um formato diferente da edição normal. Todos os jogos serão disputados em Orlando, no Complexo Esportivo da Disney e sem a presença dos torcedores.

Os jogadores ficarão concentrados por todo o período e a competição conta com todas as equipes da Liga - com exceção do FC Dallas, que teve 10 jogadores de seu elenco testado positivo para o novo Coronavírus e com isso decidiram ficar de fora do torneio.

Divididos pela Conferência Leste e Oeste, cada time disputará três jogos na fase de grupos. Os pontos conquistados contarão para a classificação da temporada regular da MLS. Neste torneio, os dois primeiros classificados de cada grupo (seis ao total), mais os quatro melhores terceiros colocados, avançam para a etapa final. O grande campeão estará com sua vaga assegurada na Champions da Concacaf de 2021.

Pela MLS em sua originalidade - até a paralisação por conta do novo Coronavírus, três rodadas haviam sido disputadas pela Liga. A Liga prevê a continuação do campeonato após a disputa do torneio na Flórida, com sua programação revisada.