Fortes emoções em agosto! De acordo com o entendimento de PVC em seu blog, a decisão tomada pela UEFA nesta última quinta-feira no que diz respeito a liberar as decisões dos campeonatos nacionais, não quer dizer que ela abre mão de que esses não sejam finalizados em "campo", mas sim, quer que esses sejam completados até mais tardar dia 03 de agosto, para assim, poder realizar uma "Super" Champions League.

Para o jornalista, narrado e comentarista da Rede Globo, faltou coragem a federação de marcar uma data, na qual, eles já tem planejado - 27 e 29 de agosto - aqui me refiro as finais da Euro League e Champions League, respectivamente.

Paulo Vinícius Coelho - PVC - repórter esportivo do Grupo Globo.
Paulo Vinícius Coelho - PVC - repórter esportivo do Grupo Globo.

A UEFA em meio a essa pandemia que ataca o planeta inteiro; está sendo contraditória a ela mesma, uma vez que sabe o que quer e outro dia vem e diz que não sabe. Onde é bom lembrar que ao dizer nesta última quinta-feira que deixará a cargo das ligas nacionais o entendimento da continuidade ou não de seus torneios, é contraditório, visto que ela própria refutou a decisão da Bélgica que decretou o Club Brugge - campeão nacional nesta temporada sem encerrar o torneio, uma vez que eles alegam que não terão datas disponíveis para tal confirmação dentro das quatro linhas.

Ora, pois, como ela (UEFA) agora vem e diz: "Mantemos o limite de 3 de agosto e liberamos que se decrete os campeões com classificação do dia da paralisação ou como as federações desejarem, desde que termine na data marcada e que o título seja definido de acordo com questões esportivas e não discriminatórias ou políticas".

Isso tudo no entendimento do jornalista acima citado, é para sim, ter disponível pelo menos seis datas no mês de agosto, para com isso poderem realizar a "Super Champions League", com uma maratona de jogos no oitavo mês de 2020.