Você saberia me dizer quais seriam os treinadores mais bem pagos do futebol brasileiro? Se sim, beleza, se não, o blog "Yahoo Esportes" traz nesta segunda-feira uma matéria a respeito, onde destaca o treinador Renato Portaluppi - do Grêmio, que encontra-se na ponta deste "ranking".

É; o treinador gremista foi muito bem valorizado após as conquistas "Tricolores" e ainda mais depois da procura pelo Flamengo. Em seu novo acordo assinado com o Grêmio no início deste ano, Renato passou a receber R$ 900 mil/mensais no clube gaúcho - valor esse que incluí salários e luvas.

Logo em seguida vem o treinador do Palmeiras - Felipão, que no clube paulista recebe mensalmente um salário de R$ 800 mil (R$ 500 mil de salário + R$ 300 mil de luvas) - valor esse que também é oferecido a Mano Menezes, pelo Cruzeiro. Felipão no caso, ainda recebe auxílio-moradia no valor de R$ 11 mil por mês.

Na quarta colocação deste "ranking", vem o treinador do Corinthians - Fabio Carille, que voltou a poucas semanas da Arábia Saudita com um salário mensal de R$ 700 mil - entre salário e luvas.

Fechando digamos assim o "TOP FIVE", empatados estão Jorge Sampaoli e Abel Braga - que no Santos e no Flamengo, respectivamente, os dois recebem o mesmo que o treinador do Corinthians, ou seja, R$ 800 mil por mês - Sampaoli, entretanto têm um pequeno detalhe em seu ganho, uma vez que ele recebe seu salário fixado na moeda americana.

Para completarmos os 10 mais, seguimos com Levir Culpi - treinador do Atlético-MG, com vencimento de R$ 400 mil/mês, Zé Ricardo - do Botafogo e Rogério Ceni - do Fortaleza, com salários de R$ 250 mil/mês, Odair Hellmann - do Internacional com salário mensal na casa dos R$ 200 mil e Fernando Diniz - do Fluminense, com ganho de R$ 180 mil mensais.

Ainda segundo o "Cadastro Geral de Empregados e Desempregados", um técnico de futebol no Brasil recebe em média R$ 7.987.95 por mês - isso numa jornada de 41 horas semanais.