Xavi Hernández está a caminho do Barcelona; sem anunciar o treinador de forma oficial até o momento, o Al-Sadd comunicou nesta sexta-feira (05) que o profissional está de saída do clube.

De acordo com o comunicado do time árabe, o Barcelona irá pagar a multa rescisória do treinador, estipulada em cinco milhões de euros; algo por hora negado pelos catalães.

"Xavi nos informou sobre seu desejo de ir para o Barcelona neste momento particular, por causa da situação crítica que o clube vive, e nós entendemos isso e decidimos não sermos um obstáculo", revelou Turki Al-Ali - CEO do Al-Sadd.

Vale lembrar que o treinador espanhol tinha um acordo verbal com o clube do Catar para a sua liberação de uma proposta que lhe agradasse.

Xavi antes de ser anunciado fora do Al-Sadd, encontrou-se com o xeque Mohammed bin Khalifa Al Thani - membro da família real do Catar, que também é presidente do clube em questão.

Xavi anunciado pelo Barcelona

Segundo os veículos esportivos de comunicação, a forte expectativa de que o profissional seja confirmado pelo Barcelona ainda nesta sexta-feira (05).

Ainda de acordo com esses, mais cedo, Xavi e seu irmão Òscar se encontraram com representantes do Barça para selar as bases do contrato, que incialmente terá validade até 30 de junho de 2024.

Se tudo for confirmado, Xavi Hernández deve embarcar neste sábado para a Espanha, onde iniciará seu trabalho no Barcelona já na segunda-feira (08/11).

Com ele, devem ainda chegar os seguintes nomes: Òscar Hernández, Sergio Alegre (assistentes), Iván Torres (preparador físico), Carlos Nogueira (fisioterapeuta) e David Prats, Toni Lobo e Sergio García (observadores).