Filho de Perisic consola Neymar após eliminação; veja

A eliminação do Brasil afetou todos os jogadores em campo, que ficaram abalados após a derrota nos pênaltis. Entre eles, Neymar, que foi consolado por companheiros de equipe, rivais e até pelo filho de um dos atletas da Croácia: Leo, filho de Perisic.

+ Líderes políticos da França e Inglaterra ‘criam aposta' antes de partida decisiva da Copa do Mundo

Neymar desabou no meio de campo após a cobrança desperdiçada de Marquinhos. Consolado por Daniel Alves e membros da comissão técnica brasileira, o camisa 10 recebeu o carinho de Leo, filho de Perisic, um dos grandes nomes da Croácia. Após ver seu pai eliminar a Seleção Brasileira, o garoto foi abraçar o craque. Veja o vídeo:

Leo, que usava a camisa quadriculada da Croácia com o número de Perisic estampado, chegou a ser parado pelos membros da comissão técnica do Brasil, mas Neymar permitiu que o jovem se aproximasse. De um lado, os brasileiros em lágrimas. Do outro, os croatas comemoravam ao lado da torcida.

Perisic não chegou a cobrar pelo lado da Croácia. Os responsáveis foram Vlasic, Majer, Modric e Orsic. Pelo lado do Brasil, Marquinhos e Rodrygo desperdiçaram, enquanto Casemiro e Pedro converteram.

+ Jogadores da Seleção Brasileira lamentam eliminação nas redes sociais

Com a classificação, a Croácia enfrenta a Argentina na próxima terça-feira (13), às 16h (horário de Brasília), no Lusail Stadium, em busca de sua segunda final de Copa do Mundo, e de forma consecutiva.

+ FIM DE UMA ERA! Tite se despede da Seleção: “Em paz comigo mesmo”

Chegou ao fim a trajetória de Tite na Seleção Brasileira. Após a eliminação para a Croácia nesta sexta-feira (9), o treinador confirmou que está deixando a equipe. Segundo ele, a decisão já estava certa e iria acontecer após o fim da Copa do Mundo, independente do resultado.

Na coletiva de imprensa, Tite revelou que a derrota foi “dolorida”, mas disse estar “em paz” consigo mesmo.

– Derrota dolorida, porém em paz comigo mesmo. Fim de ciclo. Eu já havia colocado há mais de um ano e meio, não sou um cara de duas palavras. Não estava jogando para ganhar e depois fazer drama para ficar, quem me conhece sabe – resumiu.

Tite após eliminação do Brasil
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

Tite chegou em 2016, após grande sucesso no Corinthians. O mesmo, porém, não se repetiu na Seleção Brasileira. Foram duas Copas do Mundo e duas eliminações em quartas de final. Em 2018, derrota para a Bélgica por 2 x 1. Agora, quatro anos depois, fracasso nos pênaltis diante da Croácia.

– O ciclo (acabou), como eu tinha colocado anteriormente, já coloquei há mais de um ano e meio. Foi um processo. A Copa anterior (2018) foi um processo de recuperação de formação da equipe e agora teve uma sequência inteira. O desempenho vocês fazem a avaliação, está à mostra – continuou.

VEJA OS NÚMEROS DE TITE À FRENTE DA SELEÇÃO:

  • 81 jogos
  • 60 vitórias
  • 15 empates
  • 6 derrotas
  • 174 gols marcados
  • 30 gols sofridos
  • Aproveitamento: 80,2%

E MAIS:

+ Harry Kane acredita em classificação da Inglaterra

+ Neymar diz que cogita se aposentar da Seleção

+ Técnico de Portugal se irrita e dispara: “Deixem Cristiano em paz”

+ Ex-atacante da Alemanha destaca festa de argentinos no Catar

+ Jornalista Grant Wahl morre durante Holanda x Argentina 

André Merice André Merice

Quando pequeno, sonhava em ser jogador profissional de futebol. O destino, porém, me reservou outra tarefa. E é claro, não poderia ser sobre outra coisa: é futebol, meu amigo.