Assim como já haviamos revelados aqui mesmo neste site, a FIFA seguirá o que diz o seu regulamento e desta forma irá "punir" os clubes ingleses e o Zenit - da Rússia que não liberaram os jogadores brasileiros para se apresentarem a seleção nacional, nos jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Assim, esses jogadores convocados por Tite e que não puderam se apresentar a seleção para os jogos de setembro, válidos pelas Eliminatórias de 2022, serão impedidos de atuarem por seus devidos clubes depois do fim da DATA FIFA.

Desta forma, na prática, Chelsea, Liverpool, Manchester City, United, Leeds United e Zenit (Rússia) irão jogar desfalcados desses jogadores na próxima rodada do Campeonato Inglês e Russo, e também pelas duas primeiras rodadas da Champions League - aqui valendo para o Chelsea, Manchester City, Manchester United e Zenit.

Jogadores que serão afetados pela "punição"

Alisson e Roberto Firmino (Liverpool), Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City), Thiago Silva (Chelsea), Fred (Manchester United), Raphinha (Leeds) e Claudinho e Malcom (Zenit).

Vale salientar que todos os jogadores aqui citados estão cientes da posição da CBF, o que não garante que esses estejam satisfeitos, mas enfim, terão que cobrar das direções de seus clubes uma explicação plausível.

Além desses, Nelson Almirón - do Newcastle, também não poderá defender o clube inglês depois da DATA FIFA, uma vez que o paraguaio também não fora liberado para as rodadas de setembro das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

Já na próxima semana, Tite deve novamente convocar jogadores que atuam na Inglaterra e espera que desta vez tenha respaldo da FIFA. Essa convocação valerá para os jogos dos dias 7, 10 e 14 de outubro, diante da Colômbia, Venezuela e Uruguai, respectivamente.