Depois de conseguir levar a Ferrari ao terceiro lugar no Campeonato de Construtores na temporada 2021, o ítalo-suíço Mattia Binotto seguirá em 2022 a frente do comando de gestão da escuderia italiana.

Com 30 anos de casa, Binotto é chefe da equipe desde 2019. Com 2020 desastroso, a Ferrari no último ano melhorou e muito, tanto que o piloto Charle Leclerc e o recém-chegado Carlos Sainz tiveram muito perto da vitória em algumas provas do último calendário da F1.

Em 2022 na Fórmula 1, Binotto tem como objetivo levar a Ferrari as vitórias, para assim se distanciar da McLaren e com isso ficar mais próximo das rivais Mercedes e Red Bull Racing.

Com uma reformulação na escuderia, a Ferrari prometeu "se manter fiel ao seu DNA de corrida".

"A nova estrutura organizacional promoverá ainda mais a inovação, otimizará processos e aumentará a colaboração tanto internamente quanto com parceiros, ampliando a equipe por meio da promoção de talentos internos e de várias contratações externas estratégicas", declarou a escuderia em nota oficial.

Benedetto Vigna buscará aumentar a agilidade

O CEO da Ferrari - Benedetto Vigna nesta mesma nota emitida pela equipe de F1, afirmou que a nova organização "aumentará a agilidade" da escuderia, que é "essencial para aproveitar as oportunidades neste ambiente em rápida evolução".

Início da temporada 2022

A temporada 2022 da Fórmula 1 está prevista para iniciar no mês de março, com o GP do Bahrein, onde posterior a essa teremos ainda mais 22 grandes prêmios marcados no calendário - claro que esses todos dependerão da evolução da pandemia que segue atingindo o nosso planeta desde 2020.