O pior início da história do Grêmio dentro do Campeonato Brasileiro ligou um enorme sinal de alerta nos bastidores do clube, e a primeira atitude foi a demissão de Tiago Nunes do comando técnico. Com apenas 2 pontos em 7 jogos na competição, alguns nomes já são avaliados para assumir o cargo.

Dentre eles, o favorito é o nome de Luiz Felipe Scolari. Treinador do clube em 3 oportunidades, Felipão é tido como a "ficha 1" para ser o novo técnico do clube. Basicamente, o seu nomese fundamenta em dois princípios da diretoria neste momento: Reanimação do grupo de jogadores, e histórico vencedor para realizar as mudanças necessárias.

Luiz Felipe Scolari tem "tamanho" para mudanças pedidas pela diretoria do Grêmio

Basicamente, o perfil de treinador que o Grêmio busca é diferente do que levou a escolha de Tiago Nunes, por exemplo. Se antes o discurso era de uma filosofia de jogo ofensiva, e para ter um time mais "inteligente" dentro de campo, agora o discurso é diferente: Um nome experiente, e com perfil de reanimação do vestiário.

Por isso, o nome de Felipão é tido como o grande favorito no momento. Mesmo não sendo unanimidade, sua grande experiência é um dos pontos principais para uma possível contratação. Além disso, o apoio de grande parte da torcida por seu nome é um ponto importante para que, com o novo técnico, as mudanças sejam feitas dentro do elenco.

Após saída de Tiago Nunes, Felipão é o favorito para ser o novo técnico do Grêmio. (Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil)
Após saída de Tiago Nunes, Felipão é o favorito para ser o novo técnico do Grêmio. (Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil)

Luiz Felipe Scolari treinou o Grêmio em 3 oportunidades (1987, 1993-1996 e 2014-2015). Conquistou 3 edições do Campeonato Gaúcho (1987, 1995 e 1996), a Copa do Brasil de 1994, a Libertadores da América de 1995, além da Recopa Sul-Americana e o Campeonato Brasileiro, ambos em 1996.

Renato Portaluppi é cogitado em possível retorno

Outra corrente dentro da diretoria gremista aponta para um possível retorno do técnico Renato Portaluppi, demitido ainda em abril. Parte da alta cúpula tricolor entende que sua demissão teria sido um erro e que, tendo em vista o momento do time, conhecer o atual vestiário, montado por Renato, é um passo importante para a recuperação.

Entretanto, o nome de Renato ainda não é levado de forma real para a pauta gremista. A tendência é de que, se nenhum outro nome aceitar o cargo, apenas assim seja cogitado um possível retorno.

Retorno de Renato Portaluppi é defendido por parte dos dirigentes gremistas. (Foto:Reprodução)
Retorno de Renato Portaluppi é defendido por parte dos dirigentes gremistas. (Foto:Reprodução)

A ideia da direção gremista é de que o novo treinador tricolor já faça a sua estreia nesta quarta-feira, onde o Grêmio enfrenta o Palmeiras, fora de casa, pela 10ª rodada do Brasileirão. O anúncio pode ocorrer ainda nesta segunda-feira.