Mudanças de planos! Inicialmente prevista para o próximo GP, na Hungria, a nova regra do pit-stop fará parte da categoria a partir do GP da Bélgica, no final de agosto, onde segundo a FIA - Federação Internacional de Automobilismo, as equipes terão mais tempo para se adaptarem aos novos ajustes.

Firmada com todas as equipes, a nova regra de pit-stop tem como premissa tornar os mesmos mais seguros, com isso, os tempos de paradas deverão ser mais compridos.

A intenção da Fórmula 1 e da FIA é adicionar diversos atrasos no processo de pit-stop, buscando com isso reduzir a chance dos carros voltarem para a pista sem alguma das rodas totalmente parafusadas.

Denominada de TD22A, a nova regra refere-se ao artigo 12.8.4 do regulamento técnico da FIA, que impõem restrições nos equipamentos de pit, esclarecendo que os dispositivos que são usados para instalar ou remover os fechos das rodas só podem ser alimentados por ar comprimido ou nitrogênio. Qualquer sistema de sensor só pode agir passivamente.

Com a nova regulamentação da FIA, as equipes durante o pit-stop só poderão liberar os carros a partir do momento que a última porca for totalmente apertada; isso se dará através de um sensor.

Além disso, a nova diretiva determina que as reações dos mecânicos devem estar acima de uma tempo mínimo, assim sendo, se esse reagir acima dos 0s15, o sensor registrará como inválido, exigindo a repetição da operação.

Esses sensores também permitirão que os mecânicos se comuniquem entre si assim que cada processo do pit-stop estiver concluído. A nova regra a ser introduzida na F1 indica que o tempo de troca de pneus deve aumentar em 0s2 até a liberação dos pilotos.

Próximo GP do calendário 2021

A próxima prova da categoria se dará neste final de semana (sexta, sábado e domingo - dias 30 e 31 de julho e 1º de agosto), com o GP da Hungria, no circuito de Hungaroring; algo que ainda falaremos com maiores detalhes aqui mesmo.