O que faz uma equipe da NBA ser considerada modinha?

Segundo o Dicionário Priberam, modinha significa “uso passageiro que regula, de acordo com o gosto do momento, a forma de viver, de se vestir, etc”. Então é claro que, quando um time está muito bem, seus torcedores são acusados de serem modinhas. Mas o que faz uma equipe da NBA ser considerada modinha?

É a história, a quantidade de títulos, a tradição, o sucesso atual? Dependendo do contexto, todos esses podem ser fatores para que uma franquia seja modinha.

O que torna uma equipe modinha?

Nos últimos anos, o Golden State Warriors teve um grande sucesso na liga americana. Com uma equipe dominante e conquistando títulos, os seus torcedores foram acusados de serem fãs modinhas.

Há certa verdade nesta acusação. Mas vejamos desta forma: algumas das últimas temporadas da franquia de São Francisco foram tão bons, que atraíram novos fãs para o esporte. Começando a gostar de uma nova modalidade, é comum ficar mais contagiado com aquele que está indo bem.

Novos amantes do esporte por causa de um específico time = mais torcedores para aquele time.

Com isso, um dos fatores para que uma equipe da NBA seja considerada modinha é a quantidade de torcedores que ela possui. Mas, para que isso aconteça, geralmente é necessário que o sucesso da franquia seja muito grande. Assim, furando a bolha esportiva.

Outro fator que pode ser importante é a história que a equipe tem. Torcer para o Chicago Bulls hoje em dia não é mais modinha. Mas certeza que era na década de 90 e até início do século XXI.

No entanto, torcer para o Los Angeles Lakers e o Boston Celtics podem ser considerados modinhas? Sim, já que, apesar de não terem o mesmo sucesso que conquistaram no passado, a quantidade de títulos que ganharam certamente marcaram história.

Algo que também ocorre são pessoas que amam o esporte, mas não são torcedores de algum time. Em algumas situações, esses indivíduos podem ser fãs de atletas.

Como exemplo, vamos usar uma situação hipotética. LeBron James é um dos maiores jogadores da NBA. Digamos que o astro decida então jogar pelo Charlotte Hornets, uma equipe que nunca foi campeã e não tem nenhum título, seja de divisão ou de conferência.

A franquia iria ganhar vários novos torcedores. Com essa migração toda, torcer para os Hornets também seria uma modinha.

O que faz uma equipe da NBA ser considerada modinha?
LeBron James é considerado um dos maiores jogadores da história da NBA (Iconsport)

Modinhas são ruins?

Depende para quem a pergunta é direcionada. Aqueles torcedores mais tradicionais e que não começaram a gostar da NBA por causa de uma modinha, vão reclamar. “Ah, você só torce para essa equipe porque eles são famosos agora”.

Mas, para novos amantes do esporte, esse é realmente o motivo. Foi exatamente por conta de todo o sucesso daquele time ou atleta que o novo torcedor ficou curioso o suficiente para começar a assistir. E tudo bem.

Quantos novos torcedores Michael Jordan e o Chicago Bulls da década de 90 não trouxeram para a NBA? Ou Magic Johnson e o Los Angeles Lakers da década de 80? Larry Bird e o Boston Celtics, também nos anos 80?

Melhor ainda: e a quantidade de fãs que a grande rivalidade dos Lakers e Celtics ao longo dos anos trouxe para o basquete?

Afinal, as modinhas nos esportes acabam sendo uma forma de trazer novas pessoas para a modalidade. O que ajuda a manter a liga viva.

O que faz uma equipe da NBA ser considerada modinha?
Chicago Bulls foi uma das maiores equipes da NBA na década de 1990 (Iconsport)
Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.