Em conjunto com a Confederação Brasileira de Futebol, o governo do estado de São Paulo estuda a possibilidade de liberarem a presença dos torcedores na Neo Química Arena no duelo entre Brasil e Argentina - pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

O duelo entre brasileiros e argentinos ocorrerá no dia 05 de setembro, na capital paulista, onde as partes estudam liberar até 30% da capacidade do estádio do Corinthians, seguindo todos os protocolos sanitários estipulados pelo governo.

Lembramos na última terça-feira que João Doria - governador de São Paulo anunciou que os estádios na região voltariam a receber torcedores nas arquibancadas a partir de 1º de novembro, onde então, a partida pelas Eliminatórias na Neo Química Arena valeria como "evento-teste" para a liberação em destaque.

Enquanto isso, a CBF estuda a volta dos torcedores aos estádios de futebol a partir dos confrontos de quartas de final da Copa do Brasil, inicialmente marcados para o dia 25 de agosto, ou seja, daqui a uma semana; isso sem falar nos duelos válidos pelas Séries A, B e C do Brasileirão.

Protocolos de acesso aos estádios

Segundo o protocolo enviado pela entidade máxima do futebol brasileiro aos clubes a ela filiados, para o torcedor ter acesso aos estádios terá que realizar um teste RT-PCR três dias antes do jogo para saber se está ou não contaminado com a COVID-19 ou o vírus SARS-CoV-2.

Além deste teste, também será aceito teste de "Pesquisa de Antígenos", realizados dois dias antes da partida. Porém, esse teste terá que ser realizado em uma unidade de prestação de serviços de saúde ou um laboratório de análises clínicas autorizados pelas autoridades sanitárias.

Para a CBF também valerá a carteira de vacinação completa, ou seja, com a dose única ou com as duas doses da vacina contra a COVID-19; desta forma o torcedor não precisará mostrar testes antes desses jogos.