Com forte "ameaça" de poder perder seu treinador no final da temporada, o Internacional diz já ter um "plano B", caso a saída de Diego Aguirre se concretize.

Sondado para assumir o comando técnico da Seleção do Uruguai, no lugar de Óscar Tabárez, que deve deixar a Celeste após os últimos compromissos de 2021, o diretor executivo do clube gaúcho - Paulo Brack em entrevista a um podcast da ESPN, admitiu que o clube já possui um "plano B".

"Acredito que se esse convite vier à gente vai ter que sentar e conversar. Também não posso esconder que, dentro do meu planejamento, de convite ou não para o Diego, obviamente tenho um plano B, plano C ou D. Eu preciso ter isso para treinador e jogador", declarou o executivo.

Ainda neste mesmo podcast, Bracks contou como tem lidado com a possível saída do técnico uruguaio, deixando claro que vem conversando com o profissional diariamente.

"A forma de lidar com isso é com proximidade das pessoas. Conversei com o próprio treinador mais de uma vez, onde perguntei a ele: "Chegou alguma coisa? Alguém te ligou? Não". Liguei para seu empresário e fiz as mesmas perguntas, onde disso: "Se chegar me avisa. O que você está sabendo de lá?". Assim você deixa a rédea mais curta, fica mais ativo, mais ligado. E tentamos blindar o grupo dessa possível saída que acabou por hora não ocorrendo".

Próximo compromisso Colorado

Enquanto não confirma a alteração no comando técnico, o time volta a campo nesta quinta-feira, onde encara às 20h o RB Bragantino, pela 19ª rodada do Brasileirão, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O Colorado é atualmente o 7º colocado na tabela de classificação, com 39 pontos - um a menos que o primeiro time dentro do G6 (Corinthians) e seis a menos que o Fortaleza, primeiro time dentro do G4.