E agora Inter? E agora Diego Aguirre? Com a confirmação da Associação Uruguaia de Futebol que anunciou nesta última terça-feira à noite o nome de Diego Alonso como substituto a Óscar Tabárez, Aguirre que estava com a cabeça nesta possibilidade, uma vez que era um dos mais cotados, terá uma reunião com a direção do Internacional nos próximos dias para saber se segue ou não a frente da equipe em 2022.

Visto como sucessor do "Maestro", Diego Aguirre se viu em uma disputa com Diego Alonso e Alexander Medina nas últimas semanas; principalmente após o "não" de Marcelo Gallardo, que preferiu permanecer à frente do River Plate.

Assim, a AUF se reuniu com os três profissionais nesta semana e decidiu por Diego Alonso, que comandará a celeste nos últimos jogos das Eliminatórias Sul-Americanas.

Diego Aguirre no Inter

Desde que Óscar Tabárez fora demitido do cargo de treinador da Seleção Uruguaia, Aguirre era o favorito a assumir a função, porém, sob o comando do Internacional, seu trabalho desde então caiu de rendimento, assim como da equipe brasileira que terminou o Campeonato Brasileiro de 2021, na 12ª colocação - com quatro derrotas nas últimas cinco partidas, o que também pode ter contado contra ele na escolha da AUF.

Isso sem falar que sua imagem perante aos torcedores colorados ficou aranhada e agora Diego Aguirre que nutria o sonho de comandar a seleção celeste, poderá ficar desempregado.

Aguardemos os próximos capítulos desta novela, que deve ter um final até mais tardar essa sexta-feira (16) - prazo dado pelo próprio presidente colorado Alessandro Barcellos, que disse em sua última coletiva que até o final desta semana gostaria de definir o treinador para a temporada 2022.