Em final de contrato com o Nacional - do Uruguai, D’Alessandro já admite voltar ao Internacional, onde deve enfim encerrar sua carreira como jogador de futebol profissional.

Em entrevista recente, o meia argentino/brasileiro que cumpre seus últimos meses de contrato com a equipe uruguaia, acredita que voltará em 2022 ao Colorado, mesmo que para assumir outra função no clube.

De certo, os primeiros meses se esse regresso se confirmar, serão dentro das quatro linhas, onde o meia jogaria o Campeonato Gaúcho e ao final desse largaria o futebol, ou seja, penduraria suas chuteiras.

Em entrevista concedida a ESPN da Argentina, D’Ale falou sobre o momento em que vive e também sobre o seu futuro, onde o atleta de 40 anos reconheceu que está muito próximo de pendurar suas chuteiras e que pretende ao menos jogar por mais seis meses em 2022.

Desta forma, ele voltaria a vestir a camisa do Inter, donde então se despediria da torcida colorada em um jogo no Beira-Rio - como já declaramos acima, no Gauchão do próximo ano.

"Em algum momento voltarei ao Inter, isso não tenho a menor dúvida. Nunca se sabe se como jogador de novo ou em outra função. Creio que no futuro me vejo sendo parte do clube", declarou ele ao ser perguntando sobre o Internacional.

Mesmo defendendo o Nacional-URU, o jogador não cortou laços com o Internacional, onde mantém contato com os jogadores e com a direção.

Falando um pouco mais sobre o clube gaúcho e brasileiro, o ex-camisa 10 do Inter manifestou o seguinte:

"A verdade é que forma 12 anos no Inter, 2008 a 2020, uma saída em 2016 para o River. É bom saber separar e sair um pouco da realidade. Para realmente tomar consciência do que conseguimos, do que fizemos dentro de um clube de futebol no Brasil. Há que saber parar, foi a minha ideia. Sair do Inter me fez refletir um monte de coisas", finalizou ele.

D’Alessandro no Inter

D’Alessandro pelo Colorado ajudou esse a conquistar a Copa Sul-Americana de 2008, a Libertadores de 2010, a Recopa de 2011 e mais seis estaduais, entrando em campo em 517 partidas, marcando 95 gols e 113 assistências.