Após saída de Lisca do comando técnico do América-MG, o treinador Guto Ferreira do Ceará passou a ser o técnico de futebol mais longevo em um time nacional da Série A, com mais de um ano a frente desse.

Com Guto Ferreira desde 18 de março de 2020, o Vozão sagrou-se campeão da Copa do Nordeste e se classificou a Copa Sul-Americana, na temporada passada.

Atrás de Guto Ferreira, completando o pódio de permanência na elite brasileira, temos ainda Maurício Barbieri - RedBull Bragantino e Abel Ferreira - Palmeiras.

Dentre os treinadores com trabalho mais recente, está Jair Ventura, que após ser demitido do Sport Recife, duas semanas depois voltou a estar empregado - agora a frente da Chapecoense, contratado no último dia 03 de junho.

Veja abaixo o ranking dos técnicos mais longevos

- Guto Ferreira - Ceará - 18 de março de 2020

- Maurício Barbieri - RB Bragantino - 4 de setembro de 2020

- Abel Ferreira - Palmeiras - 30 de outubro de 2020

- Rogério Ceni - Flamengo - 10 de novembro de 2020

- Dado Cavalcanti - Bahia - 21 de dezembro de 2020

- Marquinhos Santos - Juventude - 4 de fevereiro de 2021

- Hernán Crespo - São Paulo - 12 de fevereiro de 2021

- Roger Machado - Fluminense - 27 de fevereiro de 2021

- Cuca - Atlético-MG - 5 de março de 2021

10º - António de Oliveira - Athletico - 13 de março de 2021

11º - Umberto Louzer - Sport - 14 de abril de 2021

12º - Tiago Nunes - Grêmio - 21 de abril de 2021

13º - Juan Vojvoda - Fortaleza - 4 de maio de 2021

14º - Fernando Diniz - Santos - 7 de maio de 2021

15º - Sylvinho - Corinthians - 23 de maio de 2021

16º - Eduardo Barroca - Atlético-GO - 28 de maio de 2021

17º - Jair Ventura - Chapecoense - 3 de junho

18º - Cuiabá - sem treinador desde 29 de maio

19º - Internacional - sem treinador desde 11 de junho

20º - América-MG - sem treinador desde 14 de junho