A denominada silly season da Fórmula 1 neste meio para o final da temporada tem sido muito agitada, principalmente após os anúncios de Bottas - na Alfa Romeo, Russell - na Mercedes e Albon - na Williams, que vem movimentando os noticiários nas últimas semanas.

Porém, nem tudo está definido no grid de largada para a temporada 2022, onde a tendência é de confirmação de Antonio Giovinazzi ao lado de Valterri Bottas. Desta forma, pelo menos 40% dos pilotos da F1 que estarão no grid no próximo ano, já possuem contratos e contratos longos, com duração pelo menos até dezembro de 2023.

Das 20 vagas disponíveis nas 10 equipes que se posicionam para o grid de largada, ao final de 2022 apenas 8 destes estão garantidos na temporada seguinte.

Confira os pilotos com vagas garantidas em 2023:

  • Lewis Hamilton: O piloto inglês que disputa o título deste ano com Max Verstappen tem contrato assinado com a Mercedes até o final de 2023, podendo ao final deste ano se aposentar.
  • George Russell: Anunciado há poucos dias pela Mercedes, o piloto inglês assinou contrato com a equipe alemã até o final de 2023, podendo estender esse por mais tempo.
  • Max Verstappen: Na temporada passada, o piloto holandês assinou contrato com a RBR por quatro temporadas, ou seja, pelo menos até o final de 2023 terá presença garantida no grid de largada.
  • Lando Norris: Pouco antes do meio desta temporada, o piloto em questão renovou seu vínculo com a McLaren; seu contrato é válido para além de 2022, desta forma, tem assento garantido em 2023.
  • Daniel Ricciardo: Assim como seu companheiro de equipe na McLaren, esse também não precisará se preocupar ao final da próxima temporada.
  • Charles Leclerc: O piloto monegasco tem contrato assinado com a Ferrari até dezembro de 2024.
  • Esteban Ocon: O francês possui contrato com a Alpine até dezembro de 2024.
  • Valterri Bottas: Como já destacamos acima, o finlandês fora anunciado recentemente com mais novo piloto da Alfa Romeo, tendo assinado contrato com essa até dezembro de 2023.

São esses os oito pilotos que tem seus futuros garantidos na Fórmula 1 até o final de 2023, pelo menos. Os demais pilotos que hoje compõem o grid de largada terão que definir suas vidas na categoria nos próximos meses, se não quiserem serem substituídos.

Próxima etapa do calendário 2021

A próxima prova do calendário 2021 se dará no dia 26 deste mês, com o GP da Rússia, tendo sua largada prevista para iniciar às 9h00 (de Brasília).