Seleção Brasileira convocada para a rodada tripla das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Na manhã desta sexta-feira - 13 de agosto, 25 atletas foram chamados por Tite para defender o Brasil nos próximos jogos, em setembro.

Os três próximos compromissos da seleção serão diante do Chile, Argentina e Peru, nos dias 02, 05 e 09 de setembro. O primeiro confronto diante do Chile será realizado em Santiago - fora de casa, já os outros dois diante da Argentina e Peru, serão realizados em São Paulo e em Recife.

Novidades na lista

A grande novidade nesta lista do técnico Tite é o retorno de Daniel Alves, que não defende a seleção desde outubro de 2019. Além do lateral de 38 anos, outros cinco campeões olímpicos foram chamados: Guilherme Arana, Bruno Guimarães, Claudinho, Matheus Cunha e Richarlison.

Rafinha, atacante do Leeds é mais uma novidade, sendo convocado a seleção principal pela primeira vez.

Veja abaixo a lista dos convocados

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);
  • Zagueiro: Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Lucas Veríssimo (Benfica);
  • Laterais: Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Guilherme Arana (Atlético-MG) e Daniel Alves (São Paulo);
  • Meias: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Éverton Ribeiro (Flamengo), Lucas Paquetá (Lyon), Bruno Guimarães (Lyon) e Claudinho (Zenit);
  • Atacantes: Neymar (PSG), Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Richarlison (Everton), Rafinha (Leeds), Matheus Cunha (Herta Berlim) e Gabriel Barbosa (Flamengo).

A apresentação dos convocados será no dia 29 de agosto, em São Paulo; a viagem para Santiago - no Chile, será no dia 1º de setembro, donde logo após o duelo diante dos donos da casa, a delegação brasileira retornará ao Brasil, desembarcando em São Paulo, para o segundo confronto. O último desses três se dará em Recife.

Lembramos que essa rodada é tripla por conta de ajustes feitos pela FIFA, que colocou o jogo os jogos atrasados da 6ª rodada das Eliminatórias, que estavam previstas para março deste ano e foram adiadas por conta da pandemia do Coronavírus.

O Brasil é líder dessas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar, prevista para iniciar em novembro de 2022.