Grupo City encaminha acordo com Bahia pelo Rafinha

Primeiramente, o City Football Group e o Bahia estão negociando uma SAF (Sociedade Anônima do Futebol), para ampliar o futebol do Tricolor. Nesse sentido, o Rafinha que desligou-se do PSG, seria uma possível contratação para animar o Bahia. Assim, Confira sobre o acordo pelo Rafinha Alcântara.

Antes de mais nada, O City ainda não anunciou a compra da SAF  do Bahia. No entanto, já começou a mexer nos bastidores para montar um time capaz de fazer bonito no cenário nacional. Logo, o dono do Manchester City comanda outros 10 clubes espalhados pelos quatro continentes.

Em suma, uma forma de celebrar essa concretização da parceria com o Bahia era trazendo um jogador de peso. Nesse sentido, o Rafinha é acostumado a atuar no primeiro escalão da Europa, trazendo impacto para o time do Bahia. Assim, o jogador atuou ao lado do Neymar no Paris Saint-Germain, mas está fora dos planos do novo técnico, Christophe Galtier, recém-chegado para substituir Mauricio Pochettino.

Em síntese, Rafinha Alcântara construiu toda a sua carreira na Europa. Sendo assim, passou por Barcelona, Celta, Inter de Milão e Real Sociedad, sendo oferecido para vários clubes brasileiros nesta janela de transferências. Porém, o Bahia atualmente disputa a Série B, o que é necessário um bom acordo para o jogador aceitar a proposta.

Em suma, o maior dos problemas é que à contratação do meia precisa ser completada e registrada até 15 de agosto. Logo, é o dia do fechamento da janela brasileira de transferências para jogadores oriundos do exterior. E é pouco provável que a parceria Bahia/City esteja concretizada até lá.

De antemão, a ideia era que a parceria fosse oficializada ainda no primeiro semestre, mas, o cronograma precisou ser adiado até a conclusão do processo de renegociação de uma dívida de 120 milhões que o clube tinha com o Banco Opportunity.

Por fim, essa dívida é decorrente de 1998 e 2006, em que terceirizou seu departamento de oficial e teve o credor como administrador da sua equipe. Com o acordo, o clube de Salvador terá de devolver 35 milhões ao banco, que serão repassados em parcelas mensais ao longo de sete anos.

Times brasileiros interessados no Rafinha Alcântara

De certo modo, o jogador é bem visto no Brasil, principalmente pela experiência na Europa, onde joga profissionalmente desde 2011, quando estreou pelo Barcelona. Em suma, um dos times interessados pelo Rafinha, foi o Botafogo. Porém, não houve avanços nas conversas, especialmente por questões táticas e também financeiras – franceses pedem cerca de 26,5 milhões transferência em definitivo.

Por outro lado, embora toda cogitação da torcida do Flamengo, o time não tentou nenhum negócio com o jogador. A proposta não foi feita pelo meio-campista por concentrar todas suas forças no Oscar, que será anunciado muito em breve. Rafinha é flamenguista, já demonstrou sonho de vestir o Manto Sagrado, mas nas ocasiões em que o Flamengo tentou trazê-lo, ele preferiu jogar na Europa.

Sendo assim, a preferência do jogador é permanecer na Europa, mas não descarta outros mercados. Portanto, na sua última temporada Rafinha esteve emprestado à Real Sociedad, onde fez 21 jogos e marcou um gol. Sua equipe terminou a LaLiga na sexta colocação, com 62 pontos, garantindo vaga na Europa League.

Números do Rafinha Alcântara  no PSG

Antes de tudo, Rafael Alcântara do Nascimento, mais conhecido como Rafinha Alcântara, é ex meia central do PSG. O jogador tem apenas 29 anos, e é natural de São Paulo. Rafinha tem inúmeros títulos na carreira, principalmente pelo Barcelona. Ele ainda esteve no time olímpico do Brasil campeão em 2016. Sendo assim, ele chegou no Paris Saint-Germain em outubro de 2020 por 9,5 milhões de euros.

Antes de mais nada, no PSG, o jogador atuou em apenas 39 partidas, sem deixar nenhum gol. Ainda assim, deu sete assistências para a equipe francesa. Com o clube, disputou algumas competições importantes;

  • Coupe de France
  • Ligue 1
  • Liga dos Campeões
Olá, eu sou a Klara, tenho 18 anos, sou estudante de Jornalismo e apaixonada pelo futebol e o que ele proporciona. Desde sempre sou fã de carteirinha do esporte e [...]