Chicago Bulls — Jogadores, recordes, títulos, história e onde assistir

O Chicago Bulls é uma franquia profissional de basquete localizada em Chicago, no estado de Illinois, Estados Unidos. Fundado em 1966, a equipe compete na National Basketball Association (NBA) como parte da Divisão Central da Conferência Leste.

Nesta matéria, falaremos da extraordinária trajetória do Chicago Bulls, desde sua fundação, até agora, priorizando os grandes momentos de sua rica história. Informaremos também os atletas que fazem parte da equipe, elencar os jogadores icônicos que deixaram sua marca e relembrar conquistas memoráveis e recordes notáveis.

Além disso, ofereceremos informações de como acompanhar as partidas da equipe e compartilharemos detalhes sobre vestimentas usadas pelo Bulls.

História do Chicago Bulls

Em 16 de janeiro de 1966, a cidade de Chicago recebeu uma franquia da NBA chamada Bulls. O Chicago Bulls se tornou a terceira franquia da NBA na cidade, depois do Chicago Stags (1946–1950) e do Chicago Packers / Zephyrs (1961–1963; agora Washington Wizards). O fundador da equipe, Dick Klein, foi o único proprietário a jogar basquete profissional (no Chicago American Gears). Klein atuou como presidente e gerente geral dos Bulls nos primeiros anos.

Após o Draft de expansão da NBA de 1966, o recém-fundado Chicago Bulls pôde adquirir jogadores das equipes previamente estabelecidas na liga para a temporada de 1966/67. A equipe começou na temporada de 1966/67 e registrou o melhor recorde de uma equipe de expansão na história da NBA. Treinados por Johnny Kerr e liderados por Guy Rodgers, Jerry Sloan e Bob Boozer, os Bulls se classificaram para os playoffs, sendo a única equipe da NBA a fazer isso em sua temporada inaugural.

Jogadores do Chicago Bulls: elenco atual

A grande novidade para a temporada 2023/24 é a aquisição com o agente livre Torrey Craig em um contrato de dois anos que inclui uma opção de jogador.

Um veterano de seis anos da NBA, Craig é um jogador defensivo obstinado, frequentemente encarregado de defender os melhores jogadores dos times adversários. Ele está saindo de uma temporada sólida com o Suns, com médias de 7,4 PPG, 5,4 RPG, 1,5 APG e 0,8 BPG em 79 jogos, incluindo 60 partidas (24,7 MPG). Todos esses números representaram pontos altos na carreira.

Maiores ídolos do Chicago Bulls

Sem dúvidas o maior ídolo da história do Chicago Bulls é o lendário Michael Jordan. No entanto, não é apenas MJ que brilhou com as cores vermelho e preta. Assim, listamos os três principais nomes da trajetória vencedora dos Bulls.

Começando por Jerry Sloan, que defendeu o Chicago Bulls como jogador entre 1966 e 1976 e ajudou o time a chegar a duas finais de conferência. Ele ainda foi técnico da franquia entre 1979 e 1982. A camisa 4 utilizada por Jerry foi a primeira a ser aposentada na história do Chicago Bulls. Com ele, a franquia teve oito participações consecutivas em playoffs.

Além de Sloan, Scottie Pippen foi o principal parceiro em quadra de Michael Jordan. Assim como o camisa 23, foi hexacampeão da NBA pelo Chicago Bulls. Pippen participou de 7 edições do All-Star Game, foi eleito o MVP do Jogo das Estrelas de 1994 e esteve oito vezes no time ideal de defensores na NBA. A camisa 33 do ex-jogador também foi aposentada.

Em suma, o maior jogador da história do Chicago Bulls é também o maior jogador da história do basquete. Michael Jordan foi o principal líder da franquia nos 6 títulos conquistados pelos Bulls na NBA. Em todas as 6 finais, o camisa 23 foi escolhido como Most Valuable Player (MVP).

Nas 15 temporadas em que atuou na NBA, Jordan teve média de 30,1 pontos. Ele foi MVP da NBA em 5 temporadas, cestinha da liga 10 vezes, esteve em 14 edições do All-Star Game e foi o MVP do Jogo das Estrelas em três edições.

Seu número 23 foi aposentado pelo Chicago Bulls e também pelo Miami Heat, franquia que ele nunca defendeu.  

Recordes do Chicago Bulls

Com seis títulos conquistados da NBA, o Chicago Bulls tem diversos recordes pela principal liga de basquete do planeta. Muitas dessas marcas é através do astro Michael Jordan, lenda viva da franquia.

Veja os principais recordes da equipe

Títulos do Chicago Bulls

O Chicago Bulls conquistou a NBA em seis oportunidades. A franquia garantiu também em seis oportunidades o título de sua conferência, sendo a última vez em 1998, mesmo ano do último título.

Chicago Bulls: onde assistir?

Para os torcedores que buscam informações sobre as partidas do Chicago Bulls e querem saber como acompanhar as partidas, há muitas opções. A NBA vem estabelecendo parcerias com diversas emissoras de televisão e serviços de streaming, tornando a transmissão das partidas ao vivo uma tarefa facilitada.

Você poderá acompanhar os jogos do Bulls mediante a várias plataformas, incluindo ESPN, SporTV, TNT SportsAmazon Prime Video, Band, YouTube (TNT Sports Brasil) e Twitch (Gaules).

Camisa do Chicago Bulls

Os Bulls são conhecidos pelos uniformes tradicionais nas cores vermelha e branca, que se tornaram um símbolo da equipe. Além desses uniformes clássicos, a equipe também possui um uniforme alternativo na cor preta, que traz uma aparência adicional aos jogadores.

Perguntas comuns sobre o Chicago Bulls

Quantos títulos tem o Chicago Bulls?

O Chicago Bulls possui seis títulos da NBA.

Quem é o dono do Chicago Bulls?

O norte-americano Jerry Reinsdorf é um empresário americano, dono de algumas equipes com fama internacional, como Chicago Bulls da NBA e Chicago White Sox da MLB.

Qual é o maior rival do Chicago Bulls?

O Bulls compartilha rivalidades com o Cleveland Cavaliers, o Detroit Pistons, o Miami Heat e o New York Knicks.

Onde fica a arena do Chicago Bulls?

Inaugurada em 1994, o United Center está localizado em Chicago, Illinois, nos Estados Unidos.

Qual a cidade do Chicago Bulls?

Assim como sua arena, a franquia está sediada em Chicago.

Leandro SilvaLeandro Silva

Eu escolhi jornalismo por amar esporte, principalmente futebol. No momento tenho um canal no youtube com meus amigos chamado "Mesa de bar" , que fala de esportes em geral. A idéia é justamente criar um portfólio para ingressar na área jornalística. Meu objetivo profissional é ser comentarista de futebol, me espelhando em profissionais como o Paulo Vinícius Coelho, Rafael Oliveira, Paulo Calçade entre outros.