Chelsea na final do Mundial de Clubes em busca de título inédito

Mesmo não tendo vencido por um resultado largo o Al Hilal na semifinal do Mundial de Clubes, o Chelsea não chega aos Emirados Árabes Unidos desinteressado na competição organizada pela FIFA.

Muito disso porque esse é o único título que falta na galeria de troféus do clube inglês na era de Roman Abramovich – dono do Chelsea há quase 20 anos.

Vale aqui salientar que o próprio clube publicou em sua página oficinal nesta semana o peso desta competição, onde destacou “a grande seriedade” de sua participação na competição da FIFA, a único que falta na “era” Abramovich.

A era em questão iniciou em 2003, quando o russo adquiriu a agremiação por 140 milhões de libras – o que dava na época R$ 639 milhões.

Desde então, os blues conquistaram 20 taças, sendo elas:

  • 5 Premier League
  • 5 Copa da Inglaterra
  • 3 Copa da Liga Inglesa
  • 2 Supercopa da Inglaterra
  • 2 Liga Europa
  • 2 Champions League
  • 1 Supercopa da Europa

Os investimentos pesados de Abramovich foram inclusive motivos de investigações e críticas, no entanto, o Chelsea está atualmente entre os principais clubes do Velho Continente.

Mesmo com o crescimento econômico por parte dos times da “Terra da Rainha”, apenas o Manchester United e o Liverpool foram campeões mundiais nos últimos anos – 1999 e 2008 (Manchester United) e 2019 (Liverpool).

Agora, o Chelsea que perdeu a única oportunidade que teve para conquistar o Mundial de Clubes em sua história, perdeu a competição para o Corinthians, em 2012, podendo agora diante de um dos maiores rivais do Timão, conquistar a única taça que ainda lhe falta em sua galeria de troféus.

Final do Mundial de Clubes da FIFA

Chelsea x Palmeiras se encaram neste sábado – 12 de fevereiro de 2022, em Abu Dhabi, a partir das 13h30 (de Brasília).

Por Müller

A paixão pelo futebol foi um dos principais motivos da criação do Minha Torcida. O site reúne informações, curiosidades e muito conteúdo exclusivo para você que é amante do esportes [...]