Depois de tomar chapéu do empresário de Nikão, centroavante que estava acertado até o início da madrugada do último sábado, após uma reviravolta nas negociações, o Internacional agora trata o assunto como página virada, apesar dos dirigentes apresentarem certo incomodo de como as tratativas foram encerradas.

Porém, neste último final de semana, após a apresentação do técnico Alexandre Medina - na sexta-feira (07) e com o anúncio da vinda do volante Liziero, que chega ao Beira-Rio por empréstimo de um ano junto ao São Paulo, o elenco volta a ativa na próxima terça-feira - 11 de janeiro.

Retorno de D’Alessandro

Neste mesmo final de semana, o Colorado também anunciou o retorno de D’Alessandro, de 41 anos, que chega com contrato de quatro meses, donde esse fará sua despedida dos gramados ao final do Gauchão 2022.

Busca por lateral-direito e centroavante

Sem ainda anunciar um novo para o lugar que era ocupado por Saravia, que deixou o clube logo após o Brasileirão 2021, a direção segue no mercado para o lado direito da defesa, assim como também para o setor do ataque, onde não conseguiu fechar com o centroavante Nikão.

Medida diz que Yuri e Wesley podem jogar juntos

Enquanto isso, na semana de apresentação do elenco, na próxima terça-feira - 11, Medina que perdeu Patrick para o São Paulo e que ainda pode vir a perder jogadores como Rodrigo Dourado - outro atleta que negocia sua ida para o Tricolor Paulista e Edenilson que segue na mira do Atlético-MG, começa a se preocupar com a formação do time ideal.

Aqui, o novo treinador do Inter dará atenção especial para o ataque, onde neste início de temporada, enquanto o Colorado não confirma a chegada de um novo centroavante, deve iniciar com o recém-chegado Wesley Moraes e Yuri Alberto como homens de referencia na frente.

Segundo o uruguaio, Yuri e Wesley mesmo sendo da mesma posição e jogando do mesmo lado, podem atuar juntos no ataque titular.

"Sempre dois jogadores podem atuar juntos. Cabe a nós, treinadores criar um sistema para isso. Se há compatibilidade ou não, isso vamos ver nos treinamentos. Podem jogar os dois, ou só um. Isso só se chega com trabalho", destacou Medina em sua apresentação na sexta-feira.