CBF afasta árbitro e VAR do confronto entre Flamengo x Athletico-PR

A arbitragem do jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil gerou muita polêmica no empate sem gols entre Flamengo e Athletico-PR, na última quarta-feira (27), no Maracanã.

Dessa forma, devido à quantidade de lances polêmicos causados pela arbitragem e que geraram reclamações de ambas equipes, a CBF decidiu afastar o árbitro da partida, Luiz Flávio de Oliveira, e o VAR, Wagner Reway.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) emitiu um comunicado oficial com a informação do afastamento do árbitro e do VAR.

No comunicado, a CBF afirma que a decisão foi tomada após análise da atuação de ambos durante a partida entre Flamengo e Athletico Paranaense.

Além disso, os dois profissionais “foram incluídos no Programa de Assistência ao Desempenho do Árbitro (PADA)”.

CBF monta Comissão com árbitros das Séries A e B

Por fim, a confederação detalha que montou uma Comissão com 95 juízes das Série A e Série B do Campeonato Brasileiro, com início de uma intertemporada na próxima segunda-feira (1).

“A CBF reitera o compromisso com a modernização e o constante desenvolvimento da arbitragem no futebol brasileiro. Na próxima segunda-feira, a Comissão inicia uma intertemporada que reunirá 95 árbitros das séries A e B do Campeonato Brasileiro.

O treinamento será realizado entre 1º e 5 de agosto, em três sedes diferentes, e contará com trabalhos práticos em simuladores de VAR e em campo de jogo. A partir deste mês, a Comissão também realizará treinamentos práticos presenciais mensais com o quadro”, finaliza a CBF.

Polêmicas do Jogo

Após a partida, Flamengo e Athletico-PR reclamaram da atuação de Luiz Flavio de Oliveira. O time carioca viu um pênalti não marcado em Léo Pereira. Já os paranaenses reclamam da não expulsão de Gabigol e de Arrascaeta.

A reclamação do Flamengo não é apenas pelo pênalti que deixou de ser marcado ou a expulsão de David Luiz. De acordo com o clube, Luiz Flávio de Oliveira foi benevolente com as entradas do Athletico-PR e conduziu a partida de maneira que gerou insatisfação nos dois clubes. Os critérios utilizados nas marcações de falta e a postura do juiz também geraram reclamações dos rubro-negros cariocas, que perderam a paciência com o árbitro.

No entanto, para Felipão, o uruguaio Arrascaeta deveria ter sido expulso na entrada em cima do volante Erick, aos 45 minutos do 2º tempo. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira, porém, não entendeu dessa forma, assim como o VAR, que revisou o lance e manteve a decisão de campo.

Agenda – Flamengo x Athletico-PR

O jogo de volta entre Athletico e Flamengo acontecerá em 17 de agosto, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Em caso de novo empate, a decisão se dará por pênaltis.

No entanto, antes o Rubro-Negro recebe o Atlético-GO, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida acontece no Maracanã, às 20h30 (horário de Brasília). O Mengão é o 6º colocado na tabela, com 30 pontos, enquanto o adversário ocupa a 18ª posição, com 17.

Já os paranaenses recebem o São Paulo, domingo (31), na Arena da Baixada. O Furacão é o 5º colocado, com 31 pontos, enquanto o Tricolor ocupa a 10ª posição, com 26.

Foto destaque: Divulgação/Maga Jr. /Zimes Press

Sou fascinada pela escrita desde pequena, tenho ânsia por conhecimento e sede de informação, além da ambição em me tornar uma profissional de referência no futuro, mesmo com uma recém [...]