CBF aceita esperar por Carlo Ancelotti até junho de 2023

A CBF ainda estuda nomes para substituir Tite que sairá da Seleção Brasileira no final de 2022, após a Copa do Mundo 2022, realizada no Catar. De preferência, a instituição negociará com treinadores estrangeiros, buscando uma nova metodologias. O italiano, Carlo Ancelotti até o momento é o principal indicado da vez.

Carlo Ancelloti tem chances de treinar a Seleção Brasileira?

Acima de tudo, o treinador de 63 anos é o que possui mais conquistas em torneios interclubes da UEFA, com oito conquistas e também como o maior número de conquistas da UEFA Champions League, com quatro. Atualmente, ele treina o Real Madrid com contrato vigente até junho de 2023.

Ancelotti tem o sonho de treinar uma grande seleção e disputar uma Copa do Mundo. Assim, sabendo da vaga em aberto, ele já conversou com seu empresário e está aberto a negociações após o fim do seu contrato com Los Blancos.

A CBF não gostaria de esperar. Contudo, após saber da disposição em negociar quer contar com o italiano para o próximo ciclo da Canarinho.

Vale destacar que o técnico no Real Madrid, ajudou a Vinicius Junior se tornar protagonista no atual elenco, assim como Rodrygo e Eder Militão. Além disso, comandou estrelas brasileiras como Casemiro, Marcelo, Ronaldinho, Ronaldo e Kaká. Na sua carreira, auxiliou mais de 40 jogadores do Brasil, passando nos times do Milan, Juventus, Bayern de Munich, Everton, Napoli e Chelsea.

CBF estuda outros nomes

Para não ficar refém de apenas um nome, a Confederação Brasileira de Futebol estuda outros técnicos. Até o momento, já foram ventilados os nomes de Pep Guardiola (Manchester City), José Mourinho (Roma), Abel Ferreira (Palmeiras).

Grandes nomes do futebol brasileiro comentam que será melhor um treinador estrangeiro, para mudar a mentalidade que a seleção joga nos últimos anos.

“Tem muitos nomes incríveis que fariam muito bem. Ancelotti, Abel, do Palmeiras, Mourinho, da Roma… São nomes incríveis. Todos eles com contratos. Não sei o que a CBF vai fazer, mas a minha opinião é que apoiaria um nome estrangeiro. As opções brasileiras, não vejo muitas. O que quis dizer é que o Fernando Diniz é um dos nomes brasileiros que mais me agrada. Enfim, antes do anúncio do treinador, a CBF ainda terá outros anúncios para fazer.”, disse Ronaldo Fenômeno.

Nomes nacionais são tratados como segundo plano, mas aparece no radar as opções como, Dorival Júnior (sem clube) e Fernando Diniz (Fluminense).

Foto Destaque: Divulgação / Real Madrid

Bruno GabrielBruno Gabriel

Olá, meu nome é Bruno Gabriel, tenho 22 anos e estudo Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo. Pretendo seguir na área de esportes, é um sonho desde criança. Espero alcançar os maiores eventos esportivos com muita criatividade e bom humor.