Cássio vira pesadelo dos argentinos após milagre do Corinthians na Sul-Americana

O goleiro foi o terror do Estudiantes na classificação do Timão. E a atuação de Cássio no Corinthians virou assunto entre os hermanos na web

Na última terça-feira (29), o Corinthians perdeu para o Estudiantes, por 1 x 0, fora de casa, pelo jogo de volta das quartas de final da Sul-Americana. Nos pênaltis, a equipe de Vanderlei Luxemburgo se classificou à próxima fase do torneio.

Não à toa, o grande personagem da partida foi Cássio, que não só fez milagres durante o tempo regulamentar, como também pegou uma das cobranças decisivas dos argentinos e cresceu para cima dos rivais nos pênaltis.

A torcida do Timão está acostumada a ver o goleiro fazer a diferença em decisões desde sua contratação, em 2012. Por outro lado, Cássio virou o pesadelo dos argentinos após o milagre efetuado na Sula diante do Estudiantes.

El arquero Cássio

A estratégia de Luxa na decisão das quartas de final da competição internacional dividiu opiniões na web. Isso porque o Estudiantes teve 30 finalizações no jogo, sendo 11 delas em direção ao gol.

Ou seja, o camisa 12 foi obrigado a fazer 10 defesas, além de agradecer as traves, que pararam quatro chutes dos rivais. O goleiro do Timão foi elogiado não só pelos torcedores alvinegros, como também pelos argentinos.

Perfis ‘hermanos’ fizeram questão de reconhecer o talento de Cássio. Aliás, chegaram a declarar que se o arqueiro do Corinthians fosse titular nas Copas do Mundo de 2018 e/ou 2022, a Seleção Brasileira seria hexacampeã.

Vale lembrar que o goleiro do Timão foi convocado por Tite no Mundial da Rússia, mas não saiu do banco de reservas. O camisa 12 alvinegro virou um dos assuntos mais comentados da Argentina.

Termos como “El Cássio”, “Arquero Cássio” e “El Arquero Cássio” traziam desabafos de torcedores de Estudiantes e de outros hermanos, enquanto parte da torcida do Corinthians fazia piada da situação.

O ‘terror’ causado pelo gigante na Sul-Americana tem uma explicação. O Timão se tornou o primeiro clube brasileiro a conseguir eliminar Boca Juniors, River Plate, Racing, Newell’s Old Boys e Estudiantes na Argentina.

Dessas cinco classificações do Corinthians em cima dos hermanos, o ídolo alvinegro só não esteve presente em 2005, em cima do River. Além disso, o camisa 12 foi campeão da Libertadores com o Timão em cima do Boca, em 2012.

Além de ser o carrasco dos argentinos, Cássio é um exímio pegador de pênaltis. Em toda sua história no Corinthians, o goleiro já defendeu 32 cobranças e é o líder isolado do ranking. A tendência é que ele amplie ainda mais o recorde antes de se aposentar.

Matheus CristianiniMatheus Cristianini

Jornalista de 23 anos formado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passagens por Rádio Unesp FM, Antenados no Futebol e Bolavip Brasil. Apaixonado por tudo o que envolve o futebol. Tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.