Brasileiro cria da base do Red Bull Brasil está perto da artilharia na Liga da Letônia

Antes de mais nada, com oito gols marcados, o meia-atacante Lucas Villela segue em busca do topo da lista de goleadores da Liga da Letônia. Assim sendo, artilheiro  do Liepaja, o jogador brasileiro ocupa a quarta colocação neste ranking, no momento. Após voltar a balançar as redes no último domingo, a cria da base do Red Bull Brasil falou sobre o seu momento individual durante esta temporada.

– Realmente está sendo uma temporada ótima. Sinto que estou fazendo meu trabalho individual e ajudando o trabalho coletivo. Os gols saem naturalmente quando as coisas são feitas corretamente no dia a dia – analisou.

Liepaja, de Lucas Villela, na briga

Dessa forma, o Liepaja, de Villela, está a seis pontos da zona de classificação para a Liga Conferência Europa. Nesse sentido, com 41 pontos, a equipe está na quarta colocação do campeonato nacional. Na rodada passada, o meia-atacante marcou o gol que garantiu o empate do seu time por 2 x 2 diante do Metta/LU. Assim, após a desvantagem de dois tentos na partida.

– Fico feliz pelo gol do último jogo, porém é um resultado ruim se analisar a longo prazo. Estamos buscando o topo da tabela e a qualificação para competições europeias, mas seguimos fortes em busca dos nossos objetivos – concluiu.

Estamos vivendo uma expectativa muito grande e acreditamos que podemos chegar longe na competição europeia. Começaremos a analisar todas as informações a respeito do nosso adversário no começo desta semana de treinamentos. disse Lucas Villela.

Cria do Red Bull Brasil brilha

Em resumo, temporada passada, conquistou os principais títulos disputados na Letônia. Sendo a Liga e a Copa. O jogador de 28 anos também atuou por Inter de Limeira, Uberaba e outros clubes brasileiros. Na Lituânia, Lucas defendeu o Stumbras e atualmente, o jogador já atuou por Ventspils e Rigas. Assim sendo, antes de chegar ao Liepaja.

Foto Destaque: Liepaja

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo