O Flamengo que segue em busca por um novo comandante técnico para 2022, viu nesta semana a possibilidade do português Carlos Carvalhal comandar o Rubro-Negro na próxima temporada mais distante.

O motivo deste distanciamento entre as partes se deve muito por conta do Braga - de Portugal, que não abre mão do recebimento de uma compensação financeira; algo fora dos planos do Flamengo neste momento.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o profissional em questão entra na mira do clube brasileiro, onde em 2020, após a saída de Jorge Jesus, o mesmo chegou a ser sondado pela direção, mas por conta da pandemia optou por permanecer na "terrinha".

Porém, desde então o treinador por inúmeras vezes tocou no assunto, deixando bem explicita a sua vontade de um dia vir a comandar o Flamengo, mas esse não parece ser agora, a não ser que a direção do Braga o deixe sair.

O presidente do clube português exige o pagamento de 10 milhões de euros para liberar Carvalhal ao Flamengo, além disso, o treinador também está na mira do Besiktas, da Turquia, que já avisou que não entrará em leilão pelo profissional, descartando qualquer possibilidade de pagamento de multa ou rescisão de contrato.

Vale salientar que Carlos Carvalhal tem contrato com o Braga até maio de 2022.

Braga no Campeonato Português

Com 25 pontos na tabela, o Braga de Carlos Carvalhal é atualmente o quarto colocado no Campeonato Português - nove atrás do Benfica de Jorge Jesus, que também segue na mira flamenguista.