Não teve papas na lingua e falou a verdade: Benjamin Back fala sobre estrangeiro na Seleção

A busca pelo novo treinador da Seleção Brasileira foi muito grande, vários nomes foram especulados, mas a CBF decidiu fechar com Carlo Ancelotti, comandante que atualmente está no Real Madrid da Espanha. Porém, além da demora para anunciar um novo nome, o tempo que a equipe nacional vai ficar sem treinador também preocupa. No total, o Brasil vai acumular um ano e meio sem treinador. Está situação já foi criticada por alguns ex-jogadores.

Benjamin Back, jornalista esportivo que estava no SBT, concedeu uma entrevista exclusiva durante o Conafut, um dos maiores congressos sobre futebol no país, e falou sobre a busca pelo novo treinador da Seleção Brasileira e sobre o anúncio do treinador do Real Madrid como novo comandante.

Eu sou totalmente favorável a seleção brasileira ter um treinador estrangeiro. Acho que no momento hoje eu não vejo um treinador brasileiro comandando a equipe. Até porque eu sempre falei isto. Tu tem um grupo de 25 jogadores, onde 24 atuam na Europa. Os caras são brasileiros mas não jogam aqui, futebolisticamente deixaram de ser brasileiros. Eles jogam e treinam de uma outra forma. Se tu tem a maioria de jogadores brasileiros atuando na Europa, tu tem que ter um treinador europeu”, afirmou Benjamin Back.

Benjamin Back elege seu favorito, mas confia no novo comandante

O jornalista também comentou sobre a Seleção Brasileira ficar tanto tempo sem treinador, destacando a saída de Tite, bastante criticado pelas últimas atuações da Seleção Brasileira nas copas, até a escolha de um novo comandante. Benja ainda elogiou o Ancelotti, chamando o treinador do Real Madrid de “monstro”, mas dizendo que preferia Guardiola.

Agora ficar um ano e meio sem técnico, eu acho um pouco exagero. Porque o Tite saiu em dezembro, Ancelotti só vem em junho do ano que vem. Isto impede o Brasil de ganhar a próxima Copa? óbvio que não. Se fosse fala tanto em projeto e renovação, esperando um ano, não acho legal. Mas o Ancelotti é um monstro. É um treinador que gosta e se dar bem com brasileiro. Meu sonho era o Guardiola.”, completou.

 

 

Otávio Silva Otávio Silva

Estudante de jornalismo com experiência em assessorias de imprensa e em portais de noticias. Apaixonado por escrever sobre esportes, mas com uma paixão ainda maior pelo futebol. Gaúcho de Porto Alegre e admirador do futebol raiz.