Benedetto “estava confiante para bater o último pênalti”, afirma técnico

Sem dúvidas, o atacante, Dário Benedetto, camisa 9 do Boca Juniors acabou sendo um dos principais nomes da partida contra o Corinthians.

Isso se dá, pois o centroavante teve inúmeras chances de marcar para os Xeneizes e não aproveitou. Entretanto, o seu treinador afirmou que o atleta estava confiante para as cobranças e pediu para bater o último.

Como foi o jogo de Boca Juniors x Corinthians?

Acima de tudo, a partida de volta no temida estádio de La Bombonera entre Boca Juniors x Corinthians acabou sendo válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores 2022. Este confronto possui um retrospecto ruim para os brasileiros, pois os únicos até então a fazer esse feito, acabou sendo em 1963, com o Santos de Pelé.

Decerto, o Timão com muitos desfalques, se abdicou de jogar no estádio argentino. Além disso, a equipe paulista durante o jogo todo, chutou apenas uma vez contra 20 dos argentinos.

Mesmo com um pênalti no tempo normal e diversas chances claras, Cássio foi o nome da partida, ganhando a classificação e o prêmio de melhor da partida depois.

Dário Benedetto em noite histórica

O argentino Benedetto grande atacante do Boca comemorou neste jogo sua 100ª partida com essa camisa. Contudo, essa marca se tornou um “pesadelo” pelos erros individuais do atleta. Ao todo, foram 3 chances claras sozinhas com Cássio além dos dois pênaltis que desperdiçou (um no tempo normal e outro na decisão).

O técnico dos argentinos, Sebastián Battaglia explicou o motivo de ter colocado Dário para bater o pênalti decisivo.

“Foi decisão dele bater o quinto pênalti. Estava com confiança, e sempre damos confiança a todos. Escolhemos quem bate primeiro, segundo, terceiro, quarto e quinto e vamos definindo de acordo com outras disputas de pênalti”, disse o treinador.

Decerto, Benedetto é um exímio atacante, sendo o único na história da Libertadores a marcar gols contra os três times paulista da capital (Palmeiras, São Paulo e Corinthians).

Mas, devido aos seus erros, diversos torcedores do Boca aprontaram como o vilão do jogo. Em suma, para os corintianos resta os memes com o jogador durante a semana.

Foto Destaque: Divulgação / Libertadores

Olá, meu nome é Bruno Gabriel, tenho 21 anos e estudo Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo. Pretendo seguir na área de esportes, é um sonho desde criança. Espero [...]