Com o Grupo Volkswagen querendo entrar na F1, Audi e Porsche podem ser os representantes da companhia alemã de construtores, na maior categoria do automobilismo mundial.

Audi e Porsche - empresas do grupo Volkswagen avaliam uma possível entrada na Fórmula 1, em 2026. Repetindo, estamos falando no seguimento de motores.

A informação é da revista alemã Auto Motor um Sport, que indica intenção da companhia aqui destacada em trabalhar com quatro equipes do grid.

Ainda segundo o anúncio, Audi e Porsche definirão nas próximas semanas como irão entrar na categoria aqui já destacada.

Obviamente que tudo isso primeiramente passa pela aprovação de um novo regulamento de motores, que irá ser votado em reunião do Conselho Mundial da FIA, no próximo dia 15 de dezembro.

A partir desta aprovação, é que as montadoras, que são parte do Grupo Volkswagen, irão definir se irão entrar no grid do Mundial e de que forma isso se dará na pratica.

Pontos a serem debatidos

De acordo com a Auto Motor und Sport, o primeiro ponto a ser debatido pelo Grupo Volkswagen é à entrada das duas marcas no grid, em um cenário muito parecido ao que irá ser adotado para o desenvolvimento dos hipercarros para o Mundial de Endurance, onde Audi e Porsche já anunciaram seus retornos, a partir de 2023.

Mas é bom deixar aqui salientado que esse ingresso, tanto por parte da Audi, quanto por parte da Porsche na Fórmula 1, se aprovado pelo Conselho Mundial da FIA, ocorrerá somente a partir da temporada de 2026, antes disso, há pouca chance.