Após noticiarmos que a Inglaterra estaria perdendo forças para sediar a Copa do Mundo de 2030, surge nesta sexta-feira (16) a informação de que a Árabia Saudita estaria planejando uma parceria com a Itália para que ambos recebessem os jogos no referido ano.

Mesmo estando distantes mais de três mil quilômetros, os árabes não vêm problema em se juntar com os italianos para sediarem a Copa do Mundo de 2030, segundo informações do jornal "The Athletic".

Vale salientar que logo após o término da Eurocopa e também da Copa América, vários países começaram a se movimentarem para se candidatarem a Copa do Mundo em questão, entre eles, Espanha e Portugal, que já havia anunciado anteriormente uma parceria para esses jogos e seria atualmente a grande favorita.

Segundo informações, a Árabia iniciou movimentação para sediar a Copa do Mundo de 2030 depois de ficar sabendo sobre possíveis candidaturas de Marrocos e Egito, porém, esses países necessitam de um grande financiamento de infraestrutura para receberem o maior torneio de futebol do mundo.

A edição de 2030 muito provavelmente já deverá contar com 48 seleções participantes, uma vez que essa é a ideia da FIFA, que já planeja levar esses números para os jogos do Catar, em 2022.

Força perdida pela Inglaterra

Como destacamos acima, a Inglaterra por conta dos episódios ocorridos na final da Eurocopa 2021 - em Wembley, sofreu um enorme revés em sua candidatura como sede dos jogos em 2030.

Os inúmeros casos de invasão ao estádio, os atos racistas aos jogadores da seleção inglesa e a falta de segurança preocuparam as entidade organizadoras dos jogos da Copa do Mundo.