Mesmo levando a Internazionale à conquista da Série A TIM - o Campeonato Italiano, Antonio Conte não deve permanecer no comando técnico da Inter. O treinador estaria insatisfeito com o plano de reduzir em 20% o seu salário.

Além disso, também não gostou de saber que teria apenas 100 milhões de euros para a janela de transferências, visto que isso significa que o clube terá que vender jogadores se quiser ter mais verba para buscar reforços para a temporada 2021/2022.

Segundo informações do jornal "Gazzetta dello Sport", Conte acredita que as medidas da direção em conter gastos irão reduzir a competitividade da equipe, que fora campeã após 11 anos. O treinador promete abandonar o clube por entender que o nível do elenco será afetado.

Ainda de acordo com o diário já aqui citado, se quer presidente e treinador se reuniram para conversar a respeito do assunto, uma vez que a direção da Inter não fará o menor esforço para manter Antonio Conte a frente da comissão técnica; a sua saída é um passo rumo aos planos dessa para a redução de gastos para a próxima temporada.

Plano de lucro

Para conseguir mais verba para possíveis reforços, a atual direção da Inter de Milão espera conseguir dinheiro com a saída de grandes nomes, como Lukaku, Lautaro Martínez e Hakimi.

Esse último já fora especulado pelo Manchester City e Lautaro Martínez tem forte mercado na Espanha. Lukaku pode estar de saída para o PSG.

Antonio Conte na Inter

O treinador que chegou ao comando técnico da equipe aqui em questão no ano de 2019, treinou essa em 100 jogos, onde obteve 62 vitórias, 22 empates e 15 derrotas - conquistando nestas duas temporadas, o Campeonato Italiano de 2021.

Antonio Conte tem seu nome ligado ao Real Madrid e outros gigantes do futebol europeu, bem como a Juventus.