Andrea Belotti: disputa inglesa pelo atacante

Campeão da Eurocopa 20/21 pela seleção da Itália, sem clube atualmente, Andrea Belotti foi oferecido à três clubes da Premier League. A informação é do jornal britânico “The Sun”. Everton, Newcastle e West Ham, concorrem pelo centroavante. A saber, o atacante de 28 anos está livre no mercado desde que deixou o Torino no mês passado.

Concorrentes em baixa no ataque

Eddie Howe, treinador da equipe do ST James Park está atualmente rezando para que Callum Wilson, desta vez, tenha uma temporada livre de lesões. Dessa maneira, depois de ser forçado a voltar à prancheta para novos atacantes. Ainda assim, o  professor do Mags correrá o risco de entrar na nova campanha com Wilson. Em resumo, começou apenas 51% dos jogos do Premier League nas últimas duas temporadas. Além disso, foi substituído por Chris Wood.

Ainda assim, Dwight Gayle também deixou o clube para o Stoke City. E isso pode tornar o ex-craque do Palermo uma opção atraente. Assim, como faria o Everton. Já o professor dos Toffees, Frank Lampard, perdeu o atacante Richarlison para o Tottenham neste verão. Por conta destes problemas e ausências, procuram um centroavante.

Conversas com Mônaco, que pretende ter Andrea Belotti

Anteriormente, Belotti estava em conversas avançadas para reforçar o Mônaco, da França. No entanto, as conversas não deram certo. Desse modo, durante a sua carreira, Andrea Belotti atuou apenas no futebol italiano. Entretanto, sempre obtendo maior destaque pelo time de Turim. Logo, aonde atuava desde a temporada 2015/16.

Nesse sentido, o atacante conviveu com algumas lesões, fazendo apenas fez apenas 23 jogos na temporada passada. Então, anotou oito gols e deu uma assistência. Recentemente convocado por Roberto Mancini para representar a seleção italiana na disputa da Nations League. Por fim, foi campeão da UEFA Eurocopa em 2020, sendo reserva da Squadra Azzurra no ano.

Foto Destaque:  Divulgação / David Ramos /Getty Images

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo