“Ambiente horrível. Tem que ter atitude dos jogadores”, dirigente do Internacional dispara após derrota

O Internacional foi derrotado na quarta-feira (10), pelo Athletico Paranaense, pelo Brasileirão. A equipe liderada por Mano Menezes começou bem, pressionando seu adversário nos primeiros 20 minutos, porém, depois voltou a apresentar os mesmos problemas das partidas anteriores. O time paranaense começou a ficar mais com a bola e, em um lance parecido com o do jogo contra o São Paulo, o Furacão fez o primeiro gol da partida.

A equipe gaúcha até tentou chegar ao empate, mas em uma nova bobeada da zaga do Internacional, o Athletico Paranaense chegou a vitória, em um golaço por cobertura. Após o final do jogo e até mesmo durante a partida, a torcida colorada começou a vaiar o time e o treinador, que abatido no banco de reservas, chegou a botar as mãos na cabeça.

Porém, após o final do jogo, o vice-presidente do clube, Felipe Becker, deu entrevista coletiva, disparando sobre a situação do clube e até mesmo sobrando para o grupo de jogadores. “Ambiente hoje é horrível, mas vai melhorar com trabalho, atitude dos jogadores, mais entrega vamos virar logo ali”. A declaração foi bem criticada por alguns jornalistas, que apontaram uma falta de comunicação do dirigente e que o presidente do clube, apesar de não ser o protocolo, deveria ter se pronunciado.

A situação também ficou complicada após a partida para a comissão técnica do Internacional. Isto porque torcedores cobraram, após o jogo, o preparador de goleiros da equipe, apontando que Keiller, um dos principais alvos da torcida, fosse retirado da titularidade do gol da equipe. Segundo algumas informações, existe um movimento para mudança na comissão técnica nos próximos dias, sem a saída do treinador, mas com alguém sendo retirado do cargo.

O clube que, após a vitória diante do Flamengo pelo Brasileirão, até ameaçou uma reação na temporada, mas acabou não confirmando isto nas rodadas anteriores. Nas últimas três partidas que disputou, o clube empatou uma e perdeu duas, para piorar, foram seis gols sofridos, uma média de dois por partida e apenas dois gols marcados.

Soluções ofensivas do Internacional não estão correspondendo

Contratado como uma das soluções para o ataque, Luiz Adriano chegou como reforço de peso para a atual temporada. Porém, o ex-jogador do Palmeiras, não marca a 11 jogos e vem sendo bastante criticado pela torcida do clube gaúcho. Outro que vinha em uma boa temporada, era Pedro Henrique, que foi artilheiro do Gauchão e não marcou nenhum gols nos últimos 11 jogos.

Outro jogador que vive um desempenho fraco no Internacional, é Alan Patrick. O jogador vinha salvando a equipe, mas não anda jogando bem nos últimos jogos. Um dos motivos, apontado por alguns jornalistas, é que o atleta sofre um desgaste físico por conta das sequências de jogos e por isto não está tendo o mesmo desempenho.

Otávio Silva Otávio Silva

Estudante de jornalismo com experiência em assessorias de imprensa e em portais de noticias. Apaixonado por escrever sobre esportes, mas com uma paixão ainda maior pelo futebol. Gaúcho de Porto Alegre e admirador do futebol raiz.