Abel Ferreira reclama de arbitragem em empate com o Avaí

Na tarde deste domingo (26), Abel Ferreira comandou o Palmeiras no empate por 2 a 2 contra o Avaí, na Ressacada. Perdendo a chance de somar três pontos e abrir cinco pontos de vantagem na liderança do Brasileirão, o treinador do Verdão ficou na bronca com decisões da arbitragem de Wagner do Nascimento Magalhães.

Segundo o técnico do Alviverde, o zagueiro do Avaí Arthur Chaves merecia ter tomado o segundo cartão amarelo e não gostou da postura do árbitro.

“Aos 36 minutos, devia estar fora do jogo. Ser expulso. O árbitro não viu, aos 36 minutos, a cotovelada que o Arthur Chaves deu no Rony. Nem foi falta, nem foi amarelo e o árbitro deixou seguir.” – criticou o português.

No lance que Abel Ferreira se referiu, o atacante Rony disparava em direção à área do Avaí e, em disputa com Chaves, acabou perdendo a bola e reclamou de falta, mas o juiz deixou o jogo seguir e o VAR não interferiu.

Apesar do empate na 14ª rodada do Brasileirão, o Palmeiras segue líder do campeonato, com 29 pontos conquistados. A equipe retorna aos gramados na próxima quarta-feira (29), contra o Cerro Porteño, no Paraguai, pelas oitavas da Libertadores.

 

Sou fascinada pela escrita desde pequena, tenho ânsia por conhecimento e sede de informação, além da ambição em me tornar uma profissional de referência no futuro, mesmo com uma recém [...]