Cabeça fria, ‘nem tanto’ e coração quente: Abel Ferreira coleciona polêmicas

No último fim de semana, o técnico Abel Ferreira se envolveu em mais uma polêmica, quando na zona mista do Estádio do Mineirão pegou o celular das mãos do produtor Pedro Spinelli da Globo. O produtor filmava a discussão entre Anderson Barros, diretor de futebol do Palmeiras com o quarto árbitro da partida, quando o treinador se aproximou e tentou ofertar ao assistente da arbitragem uma camisa do clube, que foi prontamente recusada.

Ao perceber a filmagem da discussão, o técnico português foi até o produtor e pegou o celular das mãos dele, só devolvendo ao perceber que estava sendo gravado por outra câmera, essa de um jornalista da Rádio Itatiaia. Em meio a confusão, Abel Ferreira se dirige ao jornalista da rádio e diz que o futebol brasileiro está assim por culpa dos jornalistas, sem maiores explicações do que quis dizer, se dirigiu ao vestiário dos visitantes.

Na coletiva pós-jogo, fez logo um pronunciamento sobre o assunto, mas sem admitir que estava completamente errado, disse que sentiu sua privacidade invadida, pois estava tendo uma conversa particular e por isso tomou a atitude que tomou. Mas, Abel Ferreira estava na zona mista, local destinado justamente aos jornalistas para que façam imagens e entrevistas. Após o ocorrido, o treinador ligou para o produtor e pediu desculpas por sua atitude.

Outras polêmicas de Abel Ferreira no Brasil

Um dos cotados para ser técnico da Seleção Brasileira, o treinador coleciona polêmicas por aqui, veja algumas delas abaixo:

  1. Após lance entre Liziero e Rony, em que o jogador do São Paulo acerta o rosto do atacante palmeirense, Abel Ferreira encara o adversário bem próximo, tirando satisfação pelo lance. Dias depois procurou o adversário para pedir desculpas.
  2. Em uma coletiva de imprensa pós-jogo contra o Botafogo no Estádio Nilton Santos, ao ser questionado sobre a boa postura da sua equipe mesmo com menos jogadores em campo, respondeu de forma grosseira ao jornalista, dizendo que se ele quisesse ser treinador que fizesse o curso da CBF. O treinador depois afirmou não ter entendido a pergunta.
  3. Na Recopa Sul-Americana de 2022, ao comemorar um dos gols da sua equipe contra o Athletico-PR, chutou um copo em direção ao banco de reservas adversário, o que causou confusão entre os jogadores e comissões técnicas. Abel Ferreira foi expulso de campo.
  4. Na Supercopa do Brasil de 2023, no finalzinho da partida, o técnico ficou revoltado com uma marcação do árbitro no campo de jogo e revoltado chutou o microfone que estava próximo à sua área técnica. Mais uma vez foi expulso.
  5. Nesta temporada, pelo Campeonato Paulista se irritou mais uma vez com a imprensa, ao ser questionado sobre Endrick, respondeu de forma grosseira mais uma vez.

Confira abaixo a última polêmica do treinador, após a partida que terminou empatada em 1 x 1 contra o Atlético-MG:

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.