Conmebol revelará a sede da final da Libertadores 2020 em setembro; Brasil é um dos candidatos

Pelo Brasil, sete estádios estão concorrendo a ser a grande sede da final do torneio sul-americano: Arena Corinthians, Arena Grêmio, Beira-Rio, Mané Garrincha, Maracanã, Mineirão e Morumbi.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A corrida para sediar a final da Copa Libertadores de 2020 deu início nesta semana. Segundo informações vindas diretamente da Conmebol, a entidade em questão se reuniu com os representantes dos dez estádios candidatos e deu a eles uma tarefa - os mesmos terão até o dia 5 de setembro para responder um caderno de encargos contendo 48 páginas.

O caderno em questão cobra garantias dos organizadores e dos órgãos públicos, trazendo junto uma série de exigências para a realização do evento - a final única do torneio continental.

Vale lembrar que nesta disputa o Brasil é sério candidato e apresenta sete concorrentes para sediar a final única da Libertadores de 2020 - Maracanã, Morumbi, Beira-Rio, Mineirão, Arena Corinthians, Arena Grêmio e o Mané Garrincha. Concorrendo com o Brasil por esse evento, estão as cidades de Lima, no Peru e as cidades argentinas de La Plata e Córdoba.

Estádio Nacional.

Estádio Nacional de Lima - palco da decisão da Libertadores em 2019.

A final da Libertadores nesta temporada será em Santiago, no Chile - lembrando que essa será a primeira edição da competição continental com a final única.

A Conmebol resolveu utilizar o mesmo formato da Champions League após a confusão provocada pela torcida do River Plate, na final da edição passada, contra o Boca Juniors, tendo que ter a decisão transferida para um campo neutro, realizada em Madrid, na Espanha.

O Brasil se comparado com o Peru e a Argentina, é o grande favorito para sediar a final da Libertadores de 2020, tendo o estádio do Corinthians e o Maracanã como fortes candidatos.

A escolha será realizada pelo Conselho da Conmebol na reunião do próximo mês - o encontro ainda não tem uma data marcada. O Conselho em questão conta com dez presidentes das confederações filiadas e mais três integrantes do continente do Conselho da FIFA e ainda conta com o próprio presidente da Conmebol.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal