Veja os 5 maiores vexames da história do Palmeiras

Um dos maiores clubes do futebol brasileiro e sul-americano, a Sociedade Esportiva Palmeiras conta com alguns vexames em sua história. Confira os maiores.

Considerado por muitos como o maior clube de futebol de São Paulo, a Sociedade Esportiva Palmeiras tem uma rica história, não só dentro do campo, mas também fora dele. Além de contar com uma das maiores torcidas do Brasil, com mais de 11 milhões de apaixonados, e só por isso, já demonstra o tamanho da instituição, que possui uma galeria de ídolos enorme, entre jogadores, treinadores e até mesmo dirigentes.

Entretanto, na sua grande história, existem alguns momentos que mancharam a história do Verdão. Algumas derrotas, eliminações e rebaixamento ficam até hoje na memória do torcedor palmeirense, de forma muito indesejada, e também servem de muita corneta dos rivais. Foi exatamente pensando nisso que elencaremos neste artigo os 5 maiores vexames na história do Palmeiras.

Os 5 maiores vexames da história do Palmeiras

Coritiba 6 × 0 Palmeiras (Copa do Brasil 2011)

Um verdadeiro massacre do time paranaense sobre o Palmeiras, em um período onde o clube não tinha tanto dinheiro e prestígio como atualmente.

Com o primeiro gol sofrido aos 11 minutos, o time, comandado na época pelo técnico Felipão, sofreu a histórica goleada de 6 × 0, com show do atacante Bill, que um ano antes havia sido jogador do arquirrival Corinthians.

Mirassol 6 × 2 Palmeiras (Campeonato Paulista 2013)

Pelo Campeonato Paulista de 2013, diante do Mirassol, o Palmeiras sofreu o primeiro gol logo aos 40 segundos de jogo, com um gol contra de Marcos Vinícius. Aos 11 minutos do primeiro tempo, o placar já mostrava 3 × 0 para o Mirassol, e todos os 8 gols da partida foram marcados no primeiro tempo.

Para muitos torcedores, esse é o placar mais vexatório da história do clube.

Palmeiras 2 × 1 ASA (Copa do Brasil de 2002)

Uma derrota inesperada na primeira fase da Copa do Brasil. Após a derrota por 1 × 0 na cidade de Arapiraca, só a vitória interessava ao Palmeiras, que mesmo com o revés na ida, era o grande favorito a se classificar.

Entretanto, em pleno o antigo Palestra Itália, o Alviverde venceu o ASA por 2×1, mas sendo eliminado em casa pelos gols efetuados fora de casa, que era critério de desempate na competição.

Rebaixamento em 2002

Sem dúvidas, este é o pior momento da história do Palmeiras. O time ainda não havia sofrido com um rebaixamento em sua história, e no ano de 2002, o time não conseguiu evitar o pior.

Com um time para lá de modesto, sendo vários jogadores vindo da base, o Palmeiras resolveu apostar em um elenco mais econômico e não deu certo. Com 27 pontos (na época que era somente um turno), o Palmeiras se juntou à Portuguesa, Gama e Botafogo para a Série B em 2003.

Rebaixamento em 2012

10 anos após o primeiro rebaixamento da história do time, o Palmeiras teve que passar por este momento horroroso pela segunda vez em sua história. O time conquistou a Copa do Brasil daquele mesmo ano, mas com uma campanha muito fraca no Brasileirão 2012, ocasionou o segundo descenso Alviverde.

O jogo que definiu isso foi diante do Flamengo, em Volta Redonda, com direito a gol do atacante Vagner Love, revelado pelo Verdão.

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.