Xavi pede para presidente tentar retorno de Lionel Messi em 2023

Segundo o jornal espanhol Sport, Xavi Hernández pediu a Joan Laporta, presidente do Barcelona, que tente o retorno de Lionel Messi ao time no próximo verão europeu. Ídolo do clube, o argentino deixou a equipe na temporada passada e se transferiu para o Paris Saint-Germain. Eleito sete vezes o melhor jogador do planeta, seus primeiros meses em Paris não saíram como o esperado.

Xavi ostenta boa relação com Lionel Messi

Com 36 anos, Messi fez quase toda a sua carreira na Espanha. Desse modo, conquistou não só o torcedor do Blaugrana, bem como do amante de futebol. O atual professor mantém uma boa relação com o craque, tendo em vista que jogaram juntos por muitos anos. Xavi Hernández e Lionel Messi fizeram parte daquele incrível time de Pep Guardiola, que dominou o mundo entre 2009 a 2012.

Divida?

O objetivo seria que ele pudesse pendurar as chuteiras também vestido de jogador do Barça. Em suma, o próprio mandatário da equipe, Laporta, admitiu que está em uma dívida com Lionel. Ainda assim, o técnico acredita ser viável o retorno do argentino ao time para integrar e liderar o projeto dentro de sua realidade futebolística.

Ademais, seria importante para elevar a ‘moral' do elenco nessa reconstrução que estão vivendo os catalães. Neste início de pré-temporada, o time derrotou o Real Madrid no “El Clássico”. Em síntese, fizeram 1 x 0 com gol do novo atacante, Raphinha.

Fracasso Blaugrana

Talvez um dos motivos para a decaída do time em 2021/22, tenha sido a saída do mesmo. Dessa forma, os Culés foram eliminados na UEFA Champions League na primeira fase, eliminados também da Europa League, nas quartas de finais, pelo Eintracht Frankfurt, e da Copa do Rei. No entanto, se classificou para a próxima Liga dos Campeões terminando La Liga em segundo lugar.

“Espero e desejo que o capítulo de Messi no Barça não tenha terminado. É nossa responsabilidade garantir que este capítulo, que ainda está aberto e não foi fechado, tenha um momento em que possa ser feito como deveria ter sido feito. Com um final muito mais esplêndido do que foi“, declarou.

Por fim, foram 778 partidas, 672 bolas na rede e 305 assistências com a camisa do Barcelona.

Foto destaque: Xavier Bonilla/Getty Images

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo