Willy Weber diz que família esconde real situação de Michael Schumacher

Pouco se sabe de heptacampeão, Michael Schumacher após seu acidente de esqui, em 29 de dezembro de 2013. Na ocorrência, o alemão bateu a cabeça nas pedras, entrou em coma e precisou passar por diversas cirurgias.

Após seis meses, ele despertou em junho de 2013 e acabou sendo transferido de Grenoble para um hospital em Vaud, na Suíça. Em setembro do ano seguinte, a família de Michael levou  para casa, onde recebe acompanhamento 24 horas por dia. Por fim, de lá para cá, foram poucas as notícias oficiais.

Ex-empresário acusa família de Schumacher de mentir sobre Michael

Entretanto, o ex-empresário Willy Weber, que o acompanhou durante toda vitoriosa carreira, não poupou a família do ex-piloto sobre o que chamou de mentiras e esconder as coisas como de fato elas são.

“Eles me mantiveram de fora, me dizendo que é muito cedo, bem, agora é muito tarde. Já se passaram nove anos. Talvez eles devessem apenas dizer como é. Consegui entender a situação inicialmente, pois sempre fiz tudo o que pude para que Michael protegesse sua vida privada. Mas desde então só ouvimos mentiras deles”, disse o alemão em entrevista.

Além disso, o empresário comentou que tentou dialogar diversas vezes com a esposa do ex-piloto de Fórmula 1. Decerto, a decepção por notícias doeu muito ao companheiro de Schumi no Padocck, que disse que sentia que o piloto era um filho para ele.

“Foi uma grande dor para mim. Tentei centenas de vezes entrar em contato com Corinna (esposa de Michael) e ela não atendeu. Liguei para Jean Todt (presidente da Federação Internacional de Automobilismo) para perguntar se deveria ir ao hospital e ela me disse para esperar, é muito cedo. Liguei no dia seguinte e ninguém atendeu. Eu não esperava um comportamento assim e ainda estou bravo com isso. Ainda hoje dói falar sobre isso” disse o ex-empresário as lágrimas.

Por outro lado, a última atualização sobre o estado de saúde do piloto acabou sendo em 2021.

“Acho que ele está em estado vegetativo, o que significa que está acordado, mas não responde. Ele provavelmente consiga ficar sentado e dê pequenos passos com ajuda, mas não mais do que isso. Acho é o máximo para ele. Existe alguma chance de vê-lo como ele era antes do acidente? Eu realmente acho que não”, disse o seu neurologista Erich Riederer.

Carreira de Michael Schumacher e os primeiros passos de seu filho na F1

Como resultado, Michael Schumacher correu na Fórmula 1 entre os anos de 1991 e 2006 pela Ferrari e, posteriormente, entre 2010 e 2012, já pilotando pela Mercedes. Decerto,  é considerado um dos maiores nomes da história do automobilismo com 91 vitórias e sete títulos mundiais na F1, recordista absoluto de triunfos até Lewis Hamilton quebrar sua marca em 2020.

Por outro lado, Mick, um dos filhos de Michael, segue os passos do pai na Fórmula 1. Pilotando o carro da Haas desde a temporada de 2021, o jovem de 23 anos foi campeão na Fórmula 2 em 2020.

Consequentemente, no GP da Inglaterra de 2022, o jovem piloto conquistou os primeiros pontos. Em suma, no início do ano, o próprio Mick parabenizou o pai , que havia completado 53 anos e assim agradeceu por ser a inspiração na carreira.

Foto Destaque: Divulgação / Acervo da Fórmula 1

Olá, meu nome é Bruno Gabriel, tenho 21 anos e estudo Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo. Pretendo seguir na área de esportes, é um sonho desde criança. Espero [...]