Inúmeros atletas realizam suas carreiras dentro do futebol brasileiro para depois almejarem uma tão sonhada vaga na Europa. O jogador formado na Athletico Paranaense, Dominic Vinícius, ficou pouco tempo em solo brasileiro e seguiu sua carreira com breve passagem na Europa e, hoje, o jovem atua na China. Nesta sexta-feira, 21, o brasileiro relembra seu primeiro título fora da América. Após passagem pelo Furacão, Cuiabá e Portuguesa, o atleta de 26 anos deu seu primeiro passo longe do Brasil na equipe do Vejle BK, da segunda divisão dinamarquesa. E logo na sua primeira temporada ajudou a equipe na conquista da Segunda Divisão do campeonato nacional.

Naquela temporada, 2016/17, sua estreia aconteceu em julho e ganhou sequência de 29 partidas naquele ano. Pela segunda divisão, disputou 28 jogos e foi titular em 26 oportunidades com nove vitórias, 10 empates e nove derrotas. Centroavante de origem, Dominic chama a atenção pela sua finalização precisa e altura, o jovem mede 1,95m. Na campanha do título marcou 15 gols e foi um dos nomes de destaque do Vejle BK na conquista da Segunda Divisão. Após duas temporadas na Dinamarca, o jogador se transferiu para a China e, atualmente, defende as cores do Beijing BSU na Liga One do país. No continente asiático já atuou em 32 partidas e balançou as redes 15 vezes, obtendo uma média de 0,46 gol por partida.

(Foto: Arquivo pessoal)
(Foto: Arquivo pessoal)

"Comecei com o pé direito minha trajetória longe do Brasil. Cheguei na Dinamarca, consegui me adaptar e consegue ajudar minha equipe na conquista marcando muitos gols. Fico feliz por estar completando aniversário dessa conquista e lembro que foi uma campanha muito boa.," diz o brasileiro com nacionalidade nigeriana.

Atualmente o centroavante termina um tratamento no joelho que sofreu uma grave lesão no ano passado. Dentro de um mês, Dominic Vinícius retornará a China e seguirá sua trajetória no Beijing BSU. Com 26 anos, o jogador pensa em voltar para o Brasil um dia e quando perguntado sobre o assunto não esconde a vontade de retornar ao Furacão, onde realizou seu tratamento, mas pensa tem em mente também um clube paulista, o Corinthians.