Justiça determina bloqueio de premiação do Vasco no Brasileirão; entenda

A medida tomada foi por uma dívida fiscal com a União, no qual, o clube não poderá receber no momento os R$ 14,6 milhões que ganharia por ter ficado em 12º lugar no torneio.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Uma decisão da justiça pegou todos da direção do Vasco de surpresa nesta manhã de quarta-feira - a mesma em questão bloqueou o dinheiro de premiação do Campeonato Brasileiro a que o clube carioca em questão tem direito. A medida tomada foi por uma dívida fiscal com a União, no qual, o clube não poderá receber no momento os R$ 14,6 milhões que ganharia por ter ficado em 12º lugar no torneio.

A medida foi assinada pela juíza Fernanda Duarte Lopes Lucas da Silva e publicada na última segunda-feira. O valor da causa chega a R$ 22 milhões. A informação foi primeiramente divulgada pelo jornal "Lance" e posteriormente confirmada pelo site "globoesporte.com".

Campello - presidente do Vasco.
Campello - presidente do Vasco.

Veja abaixo um trecho da nota divulgada pela justiça:

"Ante ao requerido e alegado pelo Credor, inexistindo garantia e observando-se, ainda, a preferência legal, determino a constrição de valores que o Club de Regatas Vasco da Gama tenha a receber a título de premiação ou qualquer outra natureza, intimando-se, para tanto, por mandado, as empresas indicadas para que providenciem o depósito em conta a disposição do juízo", escreveu a juíza na decisão.

Para o cruzmaltino, esse dinheiro era de extrema importância para quitar as dívidas salariais com os jogadores neste último mês. Atualmente, o Vasco tem em aberto o mês de outubro - novembro, por acordo com os jogadores, só vence em 20 de dezembro.

Já com os funcionários, a dívida é de setembro e outubro. Alguns deles ainda têm para receber parcelas atrasadas referentes a 2017: dezembro, férias e 13º.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal