Mergulhado em uma crise financeira que domina o futebol do Rio de Janeiro, o Vasco da Gama parece ter achado uma luz no fim do túnel, pelo menos temporariamente. Depois de vários problemas de infra-estrutura motivados por falta de recursos financeiros, o clube carioca acertou com um novo patrocinador para os próximos anos.

O cruz-maltino assinou um contrato com o banco BMG, que já é patrocinador de clubes como o Corinthians, por exemplo. Entretanto, a parceria entre Vasco e BMG será bem inusitada. Segundo informações do jornalista Lauro Jardim, o clube carioca irá receber, de partida, 8 milhões de reais referentes ao ano de 2019. 

Este tipo de contrato, apesar de inusitado, é similar ao que o banco assinou com Atlético-MG e Corinthians, onde a remuneração é variável, ou seja, de acordo com metas estabelecidas entre clube e banco, envolvendo alguns tipos de produtos, e marcas associadas ao patrocinador. Em 2020, a expectativa da diretoria do Vasco é receber cerca de 15 milhões de reais, mas isso dependerá exclusivamente do rendimento comercial do banco patrocinador. Vale lembrar que, se caso o rendimento comercial for abaixo do esperado, ambas as partes tem o direito de optar pela rescisão do contrato antecipadamente, sem qualquer custo adicional.

A situação financeira do Vasco da Gama é caótica. Os recentes défcits nas contas do clube o colocam entre um dos mais endividados do Brasil, ao lado de seu rival Botafogo. Este por sua vez, está devendo mais de 700 milhões de reais, somados entre clube, jogadores e outros funcionários da instituição.