Mesmo que consiga o "milagre" de salvar o Vasco da Gama do rebaixamento a Série B do Brasileirão, o técnico Vanderlei Luxemburgo anunciou através de um vídeo publicado pelo próprio clube que não permanecerá na próxima temporada, se despedindo após o duelo diante do Goiás, na última rodada do Campeonato Brasileiro 2020.

Nota emitida:

"O Vasco da Gama entendeu que não deveria dar continuidade ao meu trabalho para a próxima temporada, em função da reestruturação que o clube irá passar. Entendo que isso faz parte de um processo natural do futebol. O Vasco foi para a segunda divisão, seu orçamento obviamente diminui bastante, e a diretoria está fazendo tudo aquilo que tem que ser feito para uma reestruturação. Eu entendo perfeitamente e não saio daqui com nenhuma mágoa, muito pelo contrário. Saio bastante feliz por ter tido a oportunidade de trabalhar no Vasco mais uma vez. A possibilidade de poder evitar que o Vasco fosse para a segunda divisão era o objetivo principal, mas não consegui".

Nesta mesma nota, Luxemburgo ainda confirmou que não receberá dois meses de salário que tinha direito, uma vez que ele próprio afirmou quando foi apresentado que só aceitaria ser pago caso conseguisse deixar o Vasco na elite do futebol brasileiro.

Luxemburgo no Vasco

Sua recente passagem pelo cruzmaltino se deu no final de 2020, quando foi contratado para tentar salvar o clube do rebaixamento; por esse, esteve à frente da equipe em 11 jogos pelo Campeonato Brasileiro, tendo conseguido apenas duas vitórias. O "profexor" encerra sua passagem por São Januário nesta quinta-feira, quando o cruzmaltino fecha sua participação na Série A em 2020 diante do Goiás, às 21h30.