Dois convites de trabalho rejeitados em um mesmo dia! Mas acalmem-se, Felipão está sim com muita vontade de voltar ao cenário futebolístico, mas uma coisa é você querer trabalhar, outra é sofrer.

Vasco

Desta forma, segundo as últimas informações do mundo da bola, o ex-técnico do Palmeiras teria descartado os convites para comandar o Cruzeiro e o Vasco da Gama. Sempre respeitando as ofertas, os representantes de Felipão declararam que o técnico não aceitou o convite do Vasco - em especial, por razões familiares, onde esses não querem viver no Rio de Janeiro e além desse "problema", entende ele que o cruzmaltino não conta com um plano consistente; tanto que além do técnico do penta, Dorival Júnior também disse "não" ao Vasco por esse motivo.

Cruzeiro

Outro que tentou Felipão, fora o Cruzeiro - que na manhã desta última segunda-feira tinha convicção de que ele aceitaria o projeto, porém, se enganaram, uma vez que o clube celeste enfrenta problemas graves junto a FIFA e desta forma não pode registrar novos jogadores que possam ajudar o Cruzeiro a sair desta crise séria e, além disso, com um elenco curto neste momento, não fez com que Luis Felipe Scolari aceitasse mais esse convite para voltar à ativa. O Cruzeiro mesmo assim promete voltar a procurar o treinador aqui em questão.

Por questão financeira, Felipão não precisa mais voltar a trabalhar, mas ele quer sim, para estar em atividade, porém, em um clube que o dê segurança e um projeto consistente. Corinthians também tentou o técnico do penta, mas questões políticas impediram um possível seguimento nas conversas.