Jorge Jesus não terá a mesma tranquilidade que tinha no Rio de Janeiro quando esteve à frente do Flamengo, em Lisboa - pelo menos para uma parte da torcida do Benfica, que nesta última noite de terça para quarta-feira colocaram faixas em protesto a contratação do profissional, nas imediações do Estádio da Luz.

Sem ser unanimidade no Benfica - Jorge Jesus em sua chegada ao clube português teve também faixas de incentivo, mas por outro lado, ele não é bem quisto por todos, tendo inclusive uma dessas faixas o chamando de "Judas".

"Em 1907, oito foram para lá e não voltaram. Hoje, sem orgulho, JUDAS voltou... Cosme, vês no que isto se tornou?", dizia uma destas faixas estendidas em protesto à contratação do ex-técnico flamenguista.

Um das faixas estendidas pelos torcedores do Benfica em protesto a Jorge Jesus
Um das faixas estendidas pelos torcedores do Benfica em protesto a Jorge Jesus - imagme: internet

Tal faixa faz alusão ao fato do técnico português ter trocado o Benfica pelo Sporting, no ano de 2015, como fizeram alguns jogadores do clube no começo do século 20 e que ajudaram a fundar o arquirrival do Benfica.

Para agravar ainda mais a "ira" desta parte da torcida dos "Encarnados", Jorge Jesus jamais escondeu que é torcedor do Sporting - clube pelo qual também atuou como jogador antes de se tornar treinador, tendo inclusive seu pai - Virgolino Jesus como um dos maiores ídolos da história dos "Leões" - como também é conhecido o arquirrival do Benfica.

Outra faixa estendida próximo ao Estádio da Luz fazia referência ao atual presidente do clube "Vermelho" de Lisboa.

"A democracia, os valores e a mística na rua da amargura. Eis o Benfica da "estrutura"", dizia tal faixa que traz uma ironia com a atual administração do presidente Luís Filipe Vieira.

Como podemos perceber, Jorge Jesus que deverá ser apresentado oficialmente durante essa semana como o mais novo treinador do Benfica, não terá vida fácil em sua volta ao clube português, onde teve sua primeira passagem entre os anos de 2009 a 2015.