Um dia após anunciar a demissão de Luciano Spalleti, a Inter de Milão agiu rapidamente já tem um novo treinador. Trata-se do italiano Antonio Conte, que já teve passagens por Juventus e Chelsea; anúncio oficial foi feito na manhã desta sexta-feira (31).

Aos 49 anos, Conte volta ao seu país de origem. O ex-técnico da seleção italiana retorna ao futebol após ficar afastado por cerca de um ano. Com o Chelsea, Conte foi campeão da Premier League na temporada 16/17.

De "folga" desde a saída do clube inglês, Conte emplaca o sexto clube italiano na carreira. Ex-jogador do Lecce e da Juventus, iniciou como técnico em 2006 no Arezzo e depois esteve no Bari, Atalanta, Siena e finalmente a Juve, pela qual levantou o tricampeonato da Liga em 2011/12, 2012/13 e 2013/14.

Os ótimos resultados obtidos no comando da Velha Senhora levaram Antonio Conte à seleção, substituindo Cesare Prandelli após o Mundial do Brasil em 2014, quando a Azzurra foi surpreendentemente eliminada ainda na fase de grupos (Costa Rica e Uruguai se classificaram, sobrando também a lanterna Inglaterra). Foram dois anos dirigindo o selecionado da Itália.

Conte era o nome preferido pela diretoria da Inter de Milão, conforme a maioria dos meios de imprensa do país. Outros nomes chegaram a ser especulados, mas a rápida contratação de Conte levantou algumas suspeitas sobre uma possível contratação do novo treinador antes mesmo de demitir Spalleti.

Sobre isso, nenhuma das partes se manifestou oficialmente, mas vale lembrar que este tipo de atitude é extremamente inusitada e criticada no futebol europeu. De forma geral, os clubes esperam pela decisão do atual técnico em permanecer ou não nas equipes.